João Pessoa
Feed de Notícias

Cerest lembra vítimas de acidentes de trabalho em evento na Capital

quarta-feira, 28 de abril de 2010 - 19:05 - Fotos: 
Comerciários, autônomos, funcionários públicos e outros trabalhadores de vários segmentos foram beneficiados com serviços de saúde e cidadania, nesta quarta-feira (28), no Ponto de Cem Réis, no Centro de João Pessoa. A estrutura do evento foi montada pelo Centro de Referência Estadual de Saúde do Trabalhador (Cerest), órgão da Secretaria de Estado da Saúde (SES), que contou com a parceria de outras instituições, para lembrar o Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes de Trabalho.

Nas seis tendas instaladas no local, trabalhadores de todas as idades verificaram a pressão arterial, fizeram o teste de glicemia que atesta o nível de açúcar no sangue, se pesaram, verificaram o índice de massa corpórea (IMC) e receberam orientações sobre doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) e material educativo sobre a saúde do trabalhador. A programação também contou com um ato público, no final da tarde. O Corpo de Bombeiros, através de uma simulação, deu orientações sobre primeiros socorros em acidentes. “Essa é uma das ações realizadas pelo Governo do Estado buscando conscientizar e melhorar a qualidade de vida do trabalhador paraibano”, explicou a diretora-geral do Cerest, Carmen Verônica Barbosa Almeida.

O funcionário público Demontiey Guedes, 56 anos, disse que passava pelo local e resolveu parar.  Ele fez o teste de glicemia e verificou a pressão arterial. “Graças a Deus está tudo bem”, comemorou. O operador de máquinas, Francisco Antônio do Nascimento, 42 anos, também visitou as tendas e fez exames. “Eu tomei conhecimento desses serviços na televisão e resolvi participar, já que sou um trabalhador”, disse. O comerciário Alisson Barbosa de Sousa, 26 anos, aproveitou o dia de folga e visitou o local. “Eu verifiquei minha pressão e fiz o exame de glicemia e bem de saúde”, disse.

Subnotificação – A diretora do Cerest disse que a grande preocupação do órgão, hoje, é com a subnotificação dos casos de acidente de trabalho, que dificulta a construção e implantação de políticas públicas voltadas para a saúde do trabalhador. Para mudar a situação ela afirmou que o Governo do Estado tem buscado parceiros. Uma das estratégias são os treinamentos realizados em todos os municípios paraibanos para formar agentes multiplicadores que vão trabalhar na identificação e notificação dos casos de acidentes de trabalho. Entre as pessoas que estão sendo capacitadas, estão os profissionais de saúde que atuam na atenção básica e os inspetores sanitários.

Outro parceiro do Cerest na luta para diminuir os casos de subnotificação sãos unidades sentinelas localizados nos hospitais regionais do Estado e no Hospital de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa, que atendem urgência e traumatologia.  “A partir desses dados, o Cerest pode desenvolver ações de vigilância, prevenção e educação em saúde do trabalhador, para diminuir esses tipos de acidentes que muitas vezes são graves e fatais”, afirmou Carmen Verônica.

Da Assessoria de Imprensa da SES/PB