João Pessoa
Feed de Notícias

Cerca de 50 entidades participam de audiência sobre aterro sanitário em Campina Grande

quarta-feira, 23 de março de 2011 - 18:49 - Fotos: 

Cerca de 50 entidades participaram da audiência pública nesta quarta-feira (23) promovida pela Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema) em Campina Grande, onde foi apresentado o Estudo e Relatório de Impacto Ambiental (EIA/RIMA) referente ao projeto de implantação do Aterro Sanitário regional para um período de 25 anos.

Durante quatro horas, no salão circular do Centro de Convenções do Garden Hotel, representantes da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Infraero, cooperativas de catadores de lixo, associações de moradores, sindicatos, secretários municipais, diversos órgãos estaduais, vereadores, deputados, ambientalistas, geólogos e estudantes debateram o impacto do aterro sanitário, cujo projeto é da empresa Ecosolo.

A Central de Tratamento de Resíduos da Borborema (CTRB) vai ser construída na zona rural de Campina Grande, no sítio Logradouro, que fica a cerca de 12 quilômetros do centro da cidade. Sua capacidade de armazenamento é de 330 toneladas por dia.

A superintendente da Sudema, Rossana Honorato, explicou que o relatórios e as questões levantadas serão analisadas pelo Conselho de Proteção Ambiental. “Temos cópias de todas as questões, vamos refletir sobre elas, ponderar e em tempo razoável dar o melhor encaminhamento da emissão da licença”, esclareceu Rossana, que acompanhou a audiência ao lado do secretário executivo de Recursos Hídricos, Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, Fábio Medeiros.