João Pessoa
Feed de Notícias

Centro de Arte promove integração entre professores, alunos e artistas

terça-feira, 27 de agosto de 2013 - 10:48 - Fotos:  Vanivaldo Ferreira

Máquinas fotográficas analógicas e digitais, representando a evolução tecnológica na fotografia, exposição de monócolos com retratos de pontos turísticos de João Pessoa e a exibição de pequenos filmes e documentários marcaram, nessa segunda-feira (26), a segunda edição do projeto “Programa de Índio, tudo de bom”, realizado mensalmente por professores e alunos do Centro Estadual de Arte (Cearte), que funciona diariamente no Mosteiro de São Bento, no Centro de João Pessoa.

Para o idealizador do projeto, o professor e fotógrafo Ricardo Peixoto, a iniciativa partiu da necessidade de interação entre os que fazem o Cearte. “Professores, alunos, funcionários e artistas podem trazer um pouco da sua cultura e da sua arte. Todo mês haverá uma homenagem especial e, em agosto, resolvemos dedicá-la à fotografia, que tem no dia 19 de agosto a sua data comemorativa, e também aos pais e à cultura popular”, explicou o professor.

Alunos, professores e funcionários puderam fazer uma viajem de volta ao passado com a presença de figuras antigas e contemporâneas que ainda convivem nas praças de João Pessoa, como os tradicionais “lambe-lambe”, artistas de rua, comerciante de caldo de cana e vendedor de pão doce.

A coordenadora do Cearte, Laura Moreno, aprovou a iniciativa e o tema escolhido da cultura da praça. “Este projeto é interessante, pois visa não só promover a cultura, mas inserir todos nessa experiência. Não queremos apenas que nossos alunos venham para aula e, em seguida, voltem para casa. É preciso que se compartilhe as experiências, pois sem dúvida é a partir daí que surgirão novas ideias”, disse.

O antigo fotógrafo de lambe-lambe, Manoel Antônio, agradeceu o convite e a homenagem: “Há mais de 20 anos sempre fazíamos o verdadeiro milagre da fotografia quando retratávamos a realidade em um simples pedaço de papel. Com o avanço da tecnologia também tivemos que nos modernizar e hoje trabalhamos com fotografia digital. No entanto, expor aqui minha antiga máquina de trabalho e levar meus conhecimentos às outras pessoas me deixa muito grato e me faz lembrar a época que trabalhava com meu pai nas praças de João Pessoa. Naquele tempo disputávamos espaço com muitos lambe-lambe”, lembrou o fotógrafo.

Ainda houve apresentações de artistas de rua, do coral feminino do Ministério da Saúde regido pelo professor do curso de Canto Popular do Cearte, Luiz Carlos.

Serviço – O Cearte está instalado no Mosteiro de São Bento, Rua General Osório, 36, no Centro da Capital. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones 3214-2923 e 3214-3412.