João Pessoa
Feed de Notícias

Centro de Testagem e Aconselhamento de Patos capacita enfermeiras em testes rápidos de HIV

quarta-feira, 26 de setembro de 2012 - 15:33 - Fotos:  Secom-PB

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) conclui nesta sexta-feira (28), em Patos, a capacitação e treinamento das enfermeiras (nível superior), do Centro de Testagem. As profissionais estão se capacitando no diagnóstico da infecção do HIV e sífilis, com a utilização de testes rápidos. Faz parte da programação capacitação em Hepatite B e C.

Há um ano, o Centro de Testagem de  Patos realiza o teste rápido de HIV. Quatro técnicas da secretaria são os facilitadoras desse encontro que acontece no auditório da 6ª GRS: Mailza Gomes (assistente social); Elizabeth Barbosa (psicóloga); Nelize Granjeiro (farmacêutica) e Suely Cantalice (enfermeira).

A equipe da SES apresenta, nessa qualificação, o projeto de implantação do Teste Rápido nas unidades básicas de saúde, a partir da Rede Cegonha. A parte prática, demonstração aos presentes de como deve ser feito o teste rápido, está acontecendo no auditório da 6ª Gerência, no Hospital de São Mamede e no Presídio Feminino de Patos.

Essa capacitação promovida pelo Governo do Estado, através da SES, já ocorreu nas 1ª, 4ª, 8ª, 9ª, 11ª  gerências regionais. A cidade de Patos é importante referência no trabalho de prevenção e diagnóstico do HIV/Aids.

Teste rápido – Como o próprio nome revela, o Teste Rápido sai em pouco mais de 15 minutos e é bastante simples, basta um furo no dedo do paciente e coleta de duas gotinhas de sangue. Cerca de 120 cidades em nosso Estado já implantaram na atenção básica o teste rápido do HIV/Aids e hepatites virais.  Na Paraíba, segundo dados da SES, houve um crescimento nos casos de Aids de 37,55% em cinco anos, de 2007 a 2011.

No Nordeste a Paraíba ocupa a quinta colocação em casos de Aids. São 4.759 pessoas infectadas com o vírus de 1980 até dezembro do ano passado, estatísticas do Ministério da Saúde, superando no mesmo período Alagoas (4.119), Rio Grande do Norte (3.866), Piauí (3.655) e Sergipe (2.815). A maior incidência está entre homens heterossexuais, com idade entre 24 e 39.

João Pessoa aparece na lista com o maior número de notificações com 1.597, seguido de Campina Grande com 669; Santa Rita (237), Bayeux (234), Cabedelo (153), Patos (100), Guarabira (72), Mamanguape (66), Sapé (65), Rio Tinto (65), Cajazeiras (54), Sousa (51) e Itabaiana (48). A 6ª Gerência Regional de Saúde vem abastecendo constantemente os municípios, motéis, presídios com preservativos. “Além disso é crucial a intensificação de campanhas preventivas, que orientem a população sobre como evitar as DST/Aids”, comentou o gerente regional José Leudo Farias.