João Pessoa
Feed de Notícias

Centro de João Pessoa já esta sendo monitorado pela Polícia

terça-feira, 2 de abril de 2013 - 18:20 - Fotos:  Secom-PB

Até julho deste ano o centro de João Pessoa será todo monitorado por câmeras instaladas em pontos estratégicos. Quatro delas já estão em funcionamento nas proximidades do ponto de cem reis e nos próximos dias mais dois aparelhos irão complementar o acompanhamento em tempo real do movimento da área de comércio da Capital. De acordo com comandante geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, outras 12 câmeras serão adquiridas através de uma parceria firmada entre a PM e a Câmara de Dirigentes Lojistas de João Pessoa (CDL), no projeto ‘olhar solidário’ – que prevê o investimento público-privado para a  instalação de aparelhos de alta performance para vigiar toda a área de comércio.

O objetivo é inibir os crimes contra o patrimônio na malha central da cidade, tanto às lojas quanto às pessoas. O núcleo de controle será montado no quartel do Comando Geral da Polícia Militar e funcionará 24 horas. “Isso nos dará condições de agirmos antecipadamente através de um serviço integrado com a tecnologia. É muito importante essa parceria com a sociedade civil organizada, representantes de classe e outras categorias para promover uma segurança maior às pessoas e as atividades de comércio no centro da capital”, destacou o coronel Euller Chaves.

Para o presidente da CDL de João Pessoa, Eronaldo Maia, o projeto vai inibir o número de crimes na área do centro. “Com a vigilância o criminoso se sentirá inibido a agir e mesmo que faça algo, será pego rapidamente”, comentou.

Reunião – Uma reunião na tarde desta terça-feira (02) definiu as diretrizes do projeto. A CDL passará aos lojistas os detalhes sobre a iniciativa e a PM tomará providência para reforçar o policiamento enquanto as últimas câmeras não são instaladas. “Vamos nos reunir com o policiamento regional metropolitano para atender algumas das demandas trazidas pelos lojistas”, garantiu o comandante geral da Polícia Militar.