Fale Conosco

5 de novembro de 2012

Centro de Educação da PM forma soldados, oficiais e bombeiros para atuarem na segurança



17.10.12 centro de ensino curso de oficiais foto jose lins (85)O Centro de Educação da Polícia Militar da Paraíba forma, anualmente, centenas de novos oficiais militares, bombeiros e soldados, promovendo formação acadêmica e treinamento específico, além de intercâmbio com outros Estados. A estrutura física pode ser considerada a melhor do Nordeste e, em termos qualitativos, está entre os melhores do Brasil. O Centro oferece ainda curso para formação de sargento e Especialização em Segurança Pública.

O Centro de Educação está localizado em João Pessoa, no bairro de Mangabeira, e lá funcionam a Academia de Polícia Militar do Cabo Branco; o Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças; e o Núcleo de Programa de Extensão e Treinamento. O comandante é o coronel Sales Júnior, que salientou o aumento do investimento do Centro na atual gestão do Governo do Estado, tanto em termos qualitativos e de treinamento, como quantitativos, como por exemplo, em materiais, munição e fardamentos dos alunos.

Na Academia de Polícia Militar do Cabo Branco funciona o Curso de Formação de Oficiais da Polícia e do Corpo de Bombeiros. Atualmente, há 229 cadetes em formação. Além de futuros militares da Paraíba, aprovados via vestibular ou concurso público, a Academia recebe oficiais de vários outros Estados brasileiros. “Temos ainda o Curso de Especialização em Segurança Pública, que funciona em nossas dependências. Mas a nossa base é o Curso de Formação de Oficiais (CFO)”, afirmou o comandante da Academia de Policia Militar do Cabo Branco, major Barros. O CFO tem duração de três anos e atualmente há sete turmas em formação, do primeiro ao terceiro ano, distribuídas em 10 salas de aula.

Investimentos – “No nosso Centro de Formação, além do fato de haver um concurso anual, a escola forma os futuros comandantes da Polícia Militar – e esse já é um grande investimento. Sabemos que formamos nossos próprios comandantes e ainda recebemos outros de fora. É um grande avanço mantermos essa estrutura”, disse o major Barros.

Segundo o comandante, o Centro de Educação mantém também um corpo de professores e instrutores civis, além de uma estrutura que é reconhecidamente a melhor do Nordeste. “O Centro de Educação e nossa Academia estão entre os melhores do Nordeste em termos de estrutura e um dos melhores do Brasil em termos de qualidade. Isso é inegável. É um grande aporte do Estado da Paraíba”, observou.

17.10.12 centro de ensino curso de oficiais foto jose lins (24)Soldados – No Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (Cefap) funciona o Curso de Formação de Soldados, com duração de 10 meses e entrada via concurso público.

O soldado Wagner Varela concluiu o curso em julho, na última turma. “O curso foi bastante proveitoso. Durante os 10 meses, nós tivemos diversas disciplinas, nas quais as principais são Disciplina de Policiamento Ostensivo (DPO) e Prática de Policiamento Ostensivo (PPO), onde aprendemos técnicas de abordagem a pessoas, a veículos, o que o policial realmente utiliza nas situações cotidianas. Temos ainda disciplinas de defesa pessoal – muito importante para atividade de policial militar; disciplina de tiro tático; entre outras. São disciplinas básicas para a formação de um soldado”, destacou.

Ao término do curso, os soldados são distribuídos de acordo com a necessidade dos batalhões. Segundo Varela, uma característica importante do seu curso foi o comandante ter levado em conta as aptidões de cada soldado para, na medida do possível, enviá-lo à atividade escolhida ou que melhor se encaixasse em cada perfil. “Na Polícia Militar há diversas áreas, como ambiental, canil, de trânsito, de atendimento a turistas, etc. Na minha turma, grande parte foi aproveitada de acordo com a vontade de desempenhar melhor sua função. Dessa forma, o policial trabalha mais satisfeito”, disse.

Sargentos – No Núcleo de Programa de Extensão e Treinamento (Nupex) funciona o Curso de Formação de Sargento (CFS), com duração de seis meses. O subcomandante do Nupex, capitão Cunha,  explicou que o CFS é um concurso interno da Polícia Militar e pode ser realizado por policiais militares que estão na graduação de cabo ou soldado.

“Ao ser aprovado, o policial fica na condição de aluno de sargento. Ele vai permanecer seis meses na rotina militar, aprendendo novas disciplinas para comandar a fração – que é uma quantidade de militares nos batalhões. As disciplinas são várias, incluindo direitos humanos e defesa pessoal”, disse o capitão Cunha. O comando de fração inclui chefiar uma guarnição de radiopatrulha, comandar uma fração de pelotão em determinado batalhão e realizar planejamento. “Dizemos que o sargento é o elo entre o oficial e o soldado”, afirmou o subcomandante.

No momento, há um curso em andamento com 43 sargentos em formação. No primeiro semestre, houve uma turma de 60 alunos. Mas a abertura do curso não tem data prevista.  Editais são abertos de acordo com demandas e autorização do Governo do Estado. Este curso específico de formação de sargento é aberto a qualquer militar, porém, difere do Curso de Habilitação de Sargento, para o qual é necessário mais tempo de serviço.

Outras informações sobre o Centro de Educação da Polícia Militar podem ser encontradas em http://www.pm.pb.gov.br/ce.