Fale Conosco

21 de julho de 2009

Cendac entrega certificados a uma turma de 240 alunos



Uma turma com 240 jovens entre 16 e 23 anos receberá certificados de curso profissionalizantes de informática, corte e costura, eletricista, encanador e pedreiro, na próxima semana na sede do Centro de Apoio à Criança e ao Adolescente (Cendac). A qualificação profissional para diminuir a vulnerabilidade de jovens, uma determinação do governador José Maranhão, é a atividade principal do órgão, desenvolvida em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Humano, contando com recursos do Planteq.

Segundo a presidente Tereza Alice Bezerra Cavalcanti Teixeira, na próxima segunda-feira (27), às 16h, o governador José Maranhão estará no Cendac para a solenidade que contará com a presença de 45 presidentes de associações comunitárias, clubes de mães e de centros sociais urbanos, para a expansão dos cursos de qualificação profissional aos bairros. Além disso, o Centro também encerrará, no dia 31 deste mês em Campina Grande, uma outra turma com 222 participantes, que recebeu capacitação em informática e técnicas de embelezamento (para trabalhar em salão de beleza).

Atualmente, o Cendac tem atuado nos municípios de João Pessoa, Campina Grande, Bananeiras, Guarabira, Boqueirão e Esperança, mas ampliará a interiorização das ações a partir de agosto próximo, chegando a 23 cidades do Alto Sertão, onde as inscrições estão sendo realizadas.

A inovação processada pela atual gestão é a introdução de cursos de encanador e de pedreiro, além de manutenção de atividades anteriores como culinária, informática, corte e costura, técnicas de embelezamento e serigrafia.

Com indígenas – As aldeias indígenas do litoral norte da Paraíba contarão com atividades de valorização do artesanato através do Cendac, que firmou convênio com a Fundação Nacional do Índio (Funai) e, com isso, cerca de 100 índios estão passando por cursos de aprimoramento das técnicas artesanais e de armazenamento da produção. Para tanto, uma equipe da entidade já está há três semanas nas aldeias e um instrutor foi contratado em São Paulo. Foi adquirido também um forno elétrico que vai permitir o cozimento das peças de barro com mais qualidade, evitando a quebra com facilidade.

“Não se trata de ensinar o artesanato, mas melhorar a tecnologia deles”, explica a presidente da Cendac, revelando que foram liberados para a entidade cerca de R$ 100 mil e que caberá à Secretaria do Turismo e Desenvolvimento Econômico a aquisição de um veículo para o transporte das peças artesanais que serão levadas ao mercado consumidor.

Inclusão dos idosos – A partir de agosto próximo, o Centro passará a dar assistência ao idoso, criando um núcleo denominado de ‘Idoso na sua melhor qualidade de vida’ e que terá como madrinha a primeira dama Fátima Bezerra Cavalcanti Maranhão. A informação é da presidente do órgão, Tereza Alice Bezerra Cavalcanti Teixeira, que pretende marcar a sua gestão com este diferencial. Segundo ela, o estatuto do Cendac permite que seja realizada esta ação.

Com os idosos serão desenvolvidas atividades como dança, ioga, cursos de informática, bem como disponibilizados serviços jurídicos sobre direito dos idosos e assistência de saúde, com a presença de um geriatra e um posto de enfermagem. Para isso foram formalizadas parcerias com a PBPrev e a Secretaria de Estado da Saúde (SES), estão sendo feitas adaptações em ambientes da sede do Cendac, na Avenida João Machado, em João Pessoa, com a colocação de piso antiderrapante e de corrimão.

Já foram feitas 62 inscrições para a primeira turma, que deve começar na segunda semana do próximo mês, com atividades de bordados e salão de dança. Posteriormente, o programa voltado para os idosos será levado a outros municípios.

Naná Garcez, da Secom-PB