Fale Conosco

19 de janeiro de 2015

Cefor-PB inscreve para pós-graduação de Residência em Saúde da Criança



A Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio do Centro Formador de Recursos Humanos da Paraíba (Cefor-PB) e da Coordenação do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Criança (Remusc), abriu inscrições para seleção de candidatos às vagas do Programa de Pós-Graduação na Modalidade de Residência Multiprofissional em Saúde da Criança. São cinco vagas: duas para graduados em enfermagem; uma para graduado em farmácia; uma para fisioterapia e uma para nutrição.

As inscrições poderão ser feitas até o dia 28 de janeiro, das 9h às 12h e das 14h às 17h30, pessoalmente ou por procuração, no Cefor-PB, dentro do Complexo Psiquiátrico Juliano Moreira, na Avenida Dom Pedro II, 1826, no bairro da Torre, em João Pessoa.

A duração prevista do Programa de Residência é de 24 meses, com uma carga horária de 60 horas semanais. O objetivo é especializar profissionais de saúde para trabalhar na atenção às demandas vinculadas à saúde da criança, direta ou indiretamente, buscando a formação complexa e progressiva dos residentes no SUS. Os residentes receberão mensalmente uma bolsa, estipulada pelo Ministério da Saúde, atualmente no valor bruto de R$ 2.976,26.

A formação será realizada no Complexo Pediátrico Arlinda Marques, na capital, e na rede de serviços estaduais de saúde da Paraíba que atua no cuidado da criança e do adolescente (Unidades de Atenção Básica; Centros de Referência como o Banco de Leite Humano e Unidades Hospitalares do Estado que oferecem assistência ao grupo infanto-juvenil).

O Arlinda Marques, que é o maior complexo de pediatria da Paraíba, será o principal cenário de práticas da Residência. Prestando assistência a pacientes entre 0 e 16 anos de idade, da Paraíba e de estados vizinhos, a estrutura física é composta pelo hospital infantil, o ambulatório e a administração. É realizada uma média mensal de três mil atendimentos de urgências e emergências no hospital e uma média de 11 mil atendimentos no ambulatório de especialidades. Realiza, ainda, uma média de 33 mil procedimentos no ambulatório.

Segundo o diretor geral do Complexo Pediátrico Arlinda Marques, Bruno Leandro de Souza, a instituição dispõe de estrutura física que comporta, adequadamente, o desenvolvimento de residência multiprofissional, com sala de reunião; acesso gratuito à Internet; biblioteca; secretaria e também sala de repouso para os residentes. Os alunos poderão contar, ainda, com o espaço físico estrutural para a realização de práticas de assistência (urgência/emergência, enfermarias de clínica médica, enfermarias de clínica cirúrgica, UTI geral, UTI cardiológica e neurológica, bloco cirúrgico, leitos cirurgia dia, leitos de observação/estabilização, ambulatórios de pediatria geral e de especialidades, bem como consultórios médicos no ambiente hospitalar, entre outros).

O diretor destacou que o hospital é o centro de referência de triagem neonatal e o Amviva (Ambulatório de Vítimas de Violência); é também centro de referência de imunobiológicos especiais (CRIE); entre outros serviços multiprofissionais e especializados. “Vale ressaltar que este Projeto de Residência Multiprofissional em Pediatria foi aprovado pela primeira vez no Estado. Isso é o resultado do empenho da Secretaria de Estado da Saúde, que tem viabilizado e apoiado o projeto; da dedicação de toda a equipe que compõe a Residência; dos profissionais do Arlinda e da Faculdade Santa Emília de Rodat, como instituição parceira”, disse.

De acordo com a chefe do Núcleo de Ações Estratégicas do Arlinda Marques, Gilsandra Fernandes, entre os pontos positivos da residência, destaca-se o aumento na produção das atividades científicas; dos espaços que estão realizando seus rodízios e da construção de novos protocolos clínicos assistenciais. “Um fator muito importante é a influência que nossos residentes exercem sobre os demais profissionais, incentivando-os a procurar se atualizar e se capacitar cada vez mais. Quem sai ganhando com isso são os nossos usuários que podem desfrutar de uma assistência especializada com excelência nas áreas de cuidado integral à saúde da criança”, comentou.

 

Documentação para Inscrição

O candidato deve apresentar os seguintes documentos:

 

• Formulário de inscrição devidamente preenchido;

• Cópia da carteira de identidade;

• Cópia do título de eleitor;

• Certidão de quitação eleitoral (disponível no sítio do TRE-PB – http://www.tre-pb.jus.br/eleitor/certidoes/certidao-de-quitacao-eleitoral);

• Cópia do CPF;

• Cópia do Histórico Escolar fornecido pela Instituição de Ensino Superior com o Coeficiente de Rendimento Escolar ou equivalente;

• Cópia do Diploma ou Declaração que comprove concluir o Curso de Graduação até o período estipulado para a assinatura do Contrato Padrão de Matrícula;

• Duas fotos coloridas, tamanho 3 x 4, em papel fotográfico, não alterado por editor de imagem;

• Comprovante de pagamento da taxa de inscrição no valor de R$ 200,00 (duzentos reais), com DEPÓSITO IDENTIFICADO, efetuado na conta corrente da RESIDÊNCIA MULTIPROFISSIONAL/SES/PB, no Banco do Brasil, Conta nº 12.794-9, Agência nº. 1618-7.

 

O Edital de Residência Multiprofissional em Pediatria – 2015 pode ser acessado clicando aqui.

 

Mais informações sobre o Programa e o edital podem ser acessados no portal do governo (www.paraiba.pb.gov.br) ou no Núcleo de Estudo e Pesquisa do Arlinda Marques, na Avenida Alberto de Brito, S/N, Jaguaribe, CEP: 58015-320, ou pelos telefones: (83) 3218-5785 ou (83) 3218-5758 (recepção da administração geral do Arlinda Marques).