Fale Conosco

20 de novembro de 2012

Cefor-PB inicia Mostra de Saúde 2012 nesta terça-feira



A Mostra de Saúde Cefor 2012 começa nesta terça-feira (20), às 14h, e prossegue nos dias 22 e 26 deste mês. O evento, organizado pelos estudantes, professores e coordenadores dos Cursos Técnicos em Hemoterapia, Enfermagem e Vigilância em Saúde, acontece na sede do Centro Formador de Recursos Humanos (Cefor-PB), no Complexo Psiquiátrico Juliano Moreira, em João Pessoa. O objetivo é divulgar para a comunidade o aprendizado em sala de aula e, dessa forma, multiplicar o conhecimento adquirido.

De acordo com a programação, a abertura oficial será realizada no auditório e, logo em seguida, haverá apresentação do grupo de teatro da Apros. Às 14h30, na área de convivência, terá a “Rádio Comunitária”, apresentada pelas turmas de Hemoterapia. Simultaneamente, nas tendas instaladas e em uma das salas de aula, serão realizados testes rápidos para sífilis e HIV. Ainda no primeiro dia, está prevista apresentação da turma de Vigilância em Saúde sobre “Educação Permanente em Saúde”.

Já na próxima quinta-feira (22), a programação será desenvolvida no auditório da instituição. Às 14h haverá a peça teatral “A importância da Hemoterapia na Urgência e Emergência”; às 15h, apresentação da turma de Vigilância sobre “O Atendimento do Homem nas Unidades de Saúde” e às 16h, palestra sobre “Biossegurança”, com a gerente de Qualidade e Biossegurança do Lacen-PB, Lúcia Cristina Correia Aguiar.

No dia 26, a Mostra de Saúde Cefor 2012 será realizada à noite. Às 19h, no auditório, está prevista uma mesa redonda sobre “O Papel da Enfermagem na Hemoterapia”, com as presenças de vários profissionais convidados das áreas de saúde e jurídica.

O Centro Formador de Recursos Humanos é uma escola da Secretaria de Estado da Saúde, que tem como principal objetivo qualificar e capacitar trabalhadores do Sistema Único de Saúde (SUS). Atualmente, o Cefor está oferecendo cinco cursos técnicos (Hemoterapia, Enfermagem, Vigilância em Saúde, Saúde Bucal e Formação Técnica do ACS – Primeira Etapa) e três especializações, em parceria com a Fiocruz/ENSP (Escola Nacional de Saúde Pública) e as Universidades Federais da Paraíba e de Minas Gerais, totalizando 2.330 trabalhadores de 165 municípios paraibanos.