Fale Conosco

9 de julho de 2015

Cefor entrevista candidatos ao Curso de Capacitação e Aperfeiçoamento em Vigilância Sanitária no dia 13



O Centro Formador de Recursos Humanos da Paraíba (Cefor-RH/PB) realiza, no próximo dia 13 de julho (segunda-feira), entrevistas com os candidatos às vagas de Facilitadores de Dispersão e Concentração que irão atuar no Curso de Capacitação e Aperfeiçoamento em Vigilância Sanitária que será realizado de forma descentralizada nos municípios de João Pessoa, Guarabira, Itabaiana, Campina Grande, Picuí, Monteiro, Patos, Piancó, Pombal e Cajazeiras.

A lista das inscrições homologadas para o Processo Seletivo destinado ao preenchimento das vagas foi publicada na edição de quarta-feira (08) do Diário Oficial do Poder Executivo. Segundo o documento, as entrevistas serão realizadas, a partir das 8h30, nas salas 1 e 2 do Cefor/PB, localizado à Avenida Dom Pedro II, nº 1826, no bairro da Torre, em João Pessoa/PB, dentro do Complexo Hospitalar Juliano Moreira. Os facilitadores selecionados serão contratados em caráter temporário.

Descentralização – O Curso de Capacitação e Aperfeiçoamento em Vigilância Sanitária destina-se aos profissionais (coordenadores e inspetores sanitários) das Vigilâncias Sanitárias dos Municípios paraibanos; será realizado na modalidade presencial, com carga horária de 168 horas e atividades de concentração e dispersão, terá dez turmas de aproximadamente 35 alunos e contemplará todas as dezesseis Regiões de Saúde da Paraíba.

Segundo a diretora-geral da Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa/PB), engenheira de Alimentos Glaciane Mendes, a finalidade central da iniciativa é contribuir para a efetivação das ações realizadas na área de vigilância sanitária, qualificando o processo de descentralização e promovendo o fortalecimento do Sistema de Vigilância Sanitária no Estado da Paraíba.

A descentralização das responsabilidades das ações de Vigilância Sanitária, segundo Glaciane, é uma prerrogativa trazida pela Lei Orgânica da Saúde e tem por base a consciência de que quanto mais perto essas ações estejam dos potenciais focos de risco, maiores oportunidades se terá de exercer o papel mais nobre da vigilância, que é a de proteção à saúde da população.

Nessa perspectiva, o curso busca capacitar agentes das Visas municipais para que estes possam exercer com qualidade e segurança técnica as ações de vigilância no seu município. “Neste processo todos ganham. A Agevisa cumpre sua missão de coordenador do sistema estadual de vigilância sanitária; a Vigilância Sanitária municipal cumpre igualmente o seu papel de provedor das ações, e a população passa a contar com um mecanismo importante de proteção à sua saúde, de maneira mais acessível”, comenta Glaciane Mendes.

Ela acrescenta que o Curso de Capacitação e Aperfeiçoamento em Vigilância Sanitária representa uma iniciativa pioneira no Estado da Paraíba, uma vez que nunca foi oferecido aos municípios um processo de formação com essa envergadura. “São 168 horas/aula, distribuídas entre atividades de sala de aula e de campo, garantindo assim a articulação entre o saber e o fazer”, enfatiza.

Clique aqui para conferir a lista.