Fale Conosco

12 de dezembro de 2012

CDRM vai perfurar até 150 poços por mês com aquisição de três perfuratrizes



O programa de perfuração e instalação de poços na Paraíba vai ser ampliado a partir de 2013 com a aquisição de três novas perfuratrizes. Após formação de equipes, a Companhia de Desenvolvimento dos Recursos Minerais (CDRM) terá condições de perfurar 150 poços tubulares por mês e de instalar 50. O desafio mais urgente é acelerar as instalações que dependem também da contratação de equipes e compra de material.

A média de perfuração hoje é de dois poços por dia, que passará para oito (dois por perfuratriz) quando a companhia estiver operando com as quatro máquinas e contratado empresa especializada na instalação dos equipamentos: cata-ventos, eletrobombas e caixa d’água. Até agora a CDRM   perfurou 190 poços, alguns ainda no ano passado.

O presidente da CDRM, Marcelo Falcão, informou que as três novas perfuratrizes serão adquiridas com recursos do Ministério da Integração Nacional e do Governo do Estado, a partir da assinatura de um termo de compromisso entre os dois governos. “São três conjuntos de perfuração rotopneumática de poços tubulares em solo cristalino”, disse Marcelo, acrescentando que a meta é acelerar o programa de perfuração. Haverá a licitação para contratar uma empresa para avançar com a instalação dos poços.

Dos três conjuntos de perfuração rotopneumática, uma perfuratriz tem capacidade de perfurar 500 metros e as outras duas com perfuração até 250 metros de profundidade.

Funcep – Para 2013, a CDRM já tem agendada a perfuração de 180 poços somente por meio do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Funcep), com recursos de R$ 2,9 milhões. Haverá perfurações também por meio do Projeto Cooperar.