Fale Conosco

23 de fevereiro de 2012

Casos suspeitos de dengue mantêm queda de 85,6% em comparação com 2011



A Secretaria de Estado da Saúde (SES) mantém a redução no número de casos suspeitos de dengue neste ano, em comparação ao ano passado – a diminuição chega a 85,6%, conforme dados do boletim da sétima semana epidemiológica. De 1º de janeiro a 17 de fevereiro de 2011, foram registrados 1.589 casos suspeitos da doença; no mesmo período deste ano, foram registrados 230.

Os cinco municípios com o maior número de casos notificados são Cabedelo, São José do Sabugi, Coremas, Bayeux e João Pessoa. São José do Sabugi apresenta o maior coeficiente de incidência da doença por grupo de cada 100 mil habitantes: 798. Cabedelo tem uma incidência de 55,2; Coremas, 52,8; Bayeux, nove; e João Pessoa, um.

Para o cálculo do coeficiente de incidência, de acordo com recomendações do Ministério da Saúde (MS), descritas no Manual Diretrizes Nacionais para a Prevenção e Controle de Epidemias de Dengue, são excluídos os casos descartados.

Assessoria técnica – Preocupada com a incidência no município de São José do Sabugi e, principalmente, com o fato de todos os casos notificados ainda estarem em investigação, a SES vai avaliar o banco de dados do município e oferecer assessoria técnica à vigilância epidemiológica municipal. Se necessário, será elaborado o perfil epidemiológico detalhado da cidade.

Os demais municípios apresentam incidência considerada baixa, visto que o parâmetro para esta afirmação é definida pelo MS como de até 100 casos em cada 100 mil habitantes.

Visitas Técnicas – A equipe da Gerência de Vigilância em Saúde (Gevs), em parceria com os profissionais das Gerências Regionais de Saúde (GRS) e as Secretarias Municipais de Saúde, está realizando visitas técnicas nos 35 municípios que receberam recursos extras do Ministério da Saúde para reforçar as ações de combate à dengue. As equipes já passaram pelas cidades de Cabedelo, Bayeux e Campina Grande. Na próxima semana, serão visitadas as cidades de Santa Rita, Conde e Lucena.

A gerente da Gevs, Júlia Vaz, explicou que durante as visitas são aplicados formulários de análise da execução do plano de contingência de cada município. Segundo ela, o plano de contingência é o cronograma de ações que cada cidade se comprometeu, no MS, a cumprir com os recursos recebidos. “Também oferecemos orientação técnica e ajuda para solucionar as deficiências identificadas durante a execução das ações”, disse.

De acordo com a Portaria 2557 do Ministério da Saúde, a secretaria tem como obrigação acompanhar e orientar o cumprimento dos cronogramas de ações de controle, epidemiológicas e também de atenção básica.

Novo manejo clínico – A SES realizará treinamento sobre o novo manejo clínico da dengue, com a participação de ministrantes do MS. A qualificação dos médicos e enfermeiros em João Pessoa acontecerá durante os dias 27 e 28 deste mês, no Hotel Ouro Branco, e também no auditório da sede do Conselho Regional de Medicina (CRM-PB). Aproximadamente 800 profissionais médicos e enfermeiros de todo o Estado participarão do treinamento.

Dados

Casos notificados – 230

Dengue clássica – 22

Dengue com complicações – 1

Febre hemorrágica – 1

Óbitos por dengue – zero

Descartados – 51

Em investigação – 155