João Pessoa
Feed de Notícias

Casa Militar investe em capacitação continuada do efetivo

sexta-feira, 13 de março de 2015 - 16:39 - Fotos: 

A Secretaria da Casa Militar do Governo do Estado vai oferecer a todo seu efetivo o Curso de Segurança e Proteção de Autoridade. Na manhã desta sexta-feira (13), foi ministrada a aula inaugural da primeira das cinco turmas previstas para este ano. A partir da segunda-feira (16) começam a ser ministrados os conteúdos das disciplinas, que incluem assuntos como doutrina de segurança de autoridades, além de varreduras e uso de explosivos.

O secretário-chefe da Casa Militar, major Anderson Pessoa, que proferiu a palestra da aula inaugural, explicou a necessidade da capacitação. “Essa é a nossa política de recursos humanos, através de uma capacitação continuada. Nós destravamos esse curso porque o último aconteceu há 15 anos, em 2000. Como estamos em um ambiente de exigência gerencial e administrativa, temos a obrigação de oferecer esse curso, estabelecendo um protocolo de segurança mínimo por meio de um padrão nacional”, acrescentou.

Como ressaltou o coordenador do Curso de Segurança e Proteção de Autoridade, capitão Geraldo Marques, a qualificação do efetivo será feita por etapa. “Vamos doutrinar e qualificar todo o efetivo que trabalha hoje na Casa Militar, responsável pela segurança tanto pessoal quanto patrimonial das autoridades do poder executivo”, afirmou. “Essa é a aula inaugural da primeira turma, com uma palestra do major Anderson. Eles começam a capacitação a partir da próxima segunda-feira. A ideia é formar cinco turmas só este ano”, completou

O curso – Cada uma das turmas previstas para este ano terá uma semana de aula. Nesse período, serão vistas diversas disciplinas, que abordam assuntos como etiqueta; cerimonial; doutrina de segurança de autoridades; varreduras e uso de explosivos; direção defensiva e evasiva; primeiros socorros; combate a incêndio; operações com o uso de aeronaves (regras de segurança para evitar incidentes e acidentes de autoridades); entre demais conhecimentos técnicos.

De acordo com o capitão Marques, militares de outros estados também serão convidados para ministrar alguns módulos oferecidos na capacitação. “Estamos trazendo instrutores de fora do Estado e de outras polícias com qualificação em áreas específicas. Teremos, por exemplo, policiais do batalhão especial, que vão dar instruções sobre varredura e uso de explosivo”, afirmou. “Teremos também uma disciplina muito importante, que é o tiro voltado para atividade de segurança de autoridade, bem diferente daquele utilizado para atividades policiais”, completou.

A previsão da Casa Militar é formar cinco turmas só este ano, sendo duas no primeiro semestre e mais três nos últimos seis meses de 2015. Cada uma delas terá uma média de 20 alunos.