João Pessoa
Feed de Notícias

Casa de José Américo tem ano positivo e anuncia novos projetos para 2010

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009 - 10:50 - Fotos: 

A Fundação Casa de José Américo (FCJA), com sede em João Pessoa, na avenida Cabo Branco, teve um ano produtivo no conjunto de atividades culturais. A avaliação positiva é de sua presidente, Letícia Maia. “2009 foi um ano bastante frutífero em acontecimentos, eventos aqui na Fundação, com lançamentos de livros, seminários, palestras, quase toda semana nós tivemos atividades”, relata. No mês de julho a Fundação sedia a festa dos 60 anos do Correio das Artes, Suplemento cultural de A União. Em agosto aconteceu a 1ª Semana de Cultura Popular.

Em termos de atividades administrativas, a Fundação Casa de José Américo restaurou ambientes, por conta da maresia. Foram recuperados o museu, os arquivos dos governadores. O museu é aberto à visitação de segunda a quinta-feira no horário de funcionamento da FCJA, (12h às 18h) e às sextas-feiras de 8h às 13h. As melhorias no museu incluíram o teto e a pintura. Os jardins da Fundação também foram restaurados.

Na biblioteca Dumerval Trigueiro, duas bibliotecárias estão fazendo um levantamento do acervo e restaurando livros, além de todos os arquivos. O sistema de ar-condicionado central, sem funcionar há um ano, será consertado.

Metas em 2010 – A Fundação enviou ao Banco do Nordeste, em 2009, três projetos e um deles foi aprovado, que é a organização sistemática da biblioteca particular de José Américo. A partir de então haverá a inauguração da biblioteca que será aberta para pesquisadores. O acervo é relativo a livros adquiridos e utilizados pelo ministro em sua vida.

A partir de janeiro a Fundação Casa de José Américo vai restaurar o mausoléu do Patrono da instituição José Américo de Almeida, preservando as características originais, com a inauguração das obras previstas para 10 de março, data do 30º aniversário de falecimento do escritor e ex-governador da Paraíba, José Américo de Almeida, nascido em Areia no ano de 1887.

A escadaria do anexo da Fundação será recuperada, bem como o mezanino. Em 2010 a Fundação já tem agendados os lançamentos de quatro livros. Também serão retomadas as oficinas, palestras, dentre outras atividades culturais.

Josélio Carneiro, da Secom