João Pessoa
Feed de Notícias

Carteira de Habilitação gratuita faz candidatos madrugarem no Detran

terça-feira, 23 de novembro de 2010 - 14:02 - Fotos: 
O desempregado Marivaldo Cândido de Lima foi um dos primeiros a chegar à sede do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), no bairro de Mangabeira. Ele chegou por volta das 4 horas desta terça-feira (23) e esperou, junto com outros candidatos, a abertura dos portões em busca de informações sobre o funcionamento da Escola Pública de Trânsito ( EPTRAN), lançada recentemente pelo Governo do Estado.

Aos 33 anos de idade, Marivaldo exibia a carteira de trabalho, que nunca foi assinada, e comentava que ingressar no mercado de trabalho fica ainda mais difícil para quem não tem a Careira Nacional de Habilitação (CNH). Ele nunca conseguiu o documento pelo fato de não poder pagar uma autoescola.

Assim como Marivaldo, cerca de 30 pessoas madrugaram no Detran em busca de informações e pensando que as inscrições já estavam abertas. O superintendente do Detran, Coronel Francisco de Assis Silva, determinou a distribuição de fichas para uma espécie de pré-inscrição.

Estes candidatos terão que voltar ao Detran, a partir de quinta feira (25) para apresentar a documentação que comprove a carência e outros critérios exigidos para o benefício. Hoje o curso de formação de condutor custa entre 500 e 700 reais.

Pagamento da taxa de inscrição

Na EPTRAN, os candidatos carentes pagarão apenas a taxa de inscrição no Registro Nacional de Carteira de Habilitação (RENACH). As aulas teóricas e práticas serão ministradas por educadores do próprio Detran, que adquiriu dois carros e duas motocicletas para as aulas de moto e direção. A EPTRAN será lançada, oficialmente, nesta quinta-feira (25) às 10h, na sede do Detran, em Mangabeira.

Serão abertas 80 vagas, em duas turmas. A sede da EPTRAN fica nas dependências do Detran, no bairro de Mangabeira. “A procura por este serviço, antes mesmo da abertura oficial das inscrições comprova que o Governo de Estado acertou ao oferecer o acesso à CNH aos candidatos carentes”, ressaltou o Coronel Francisco.