Fale Conosco

25 de julho de 2012

Carreata-procissão marca comemorações do Dia do Motorista



missa da procissao do dia do motorista foto jose lins (12) Foto: José Lins/Secom-PB

A carreata-procissão de São Cristóvão, padroeiro dos motoristas, abriu nesta quarta-feira (25), a programação do Dia do Motorista (25) e do Motociclista (27) na Paraíba. A concentração aconteceu na sede do Sest-Senat, nas proximidades da Gauchinha. A imagem de São Cristóvão deixou o local por volta das 9h, em carro aberto, e seguiu pelas avenidas Cruz da Armas, Vasco da Gama, anel interno da Lagoa, Avenidas João Machado e Pedro II, Praça dos Motoristas até a igreja de São Cristóvão, em Jaguaribe, onde foi celebrada uma missa.

Durante a celebração, que lembrou as vítimas de acidentes e teve momentos de oração por um trânsito mais humano e seguro, também houve a benção de documentos, chaves e veículos.

A carreata-procissão de São Cristóvão foi organizada pela Divisão de Educação para o Trânsito do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) com a participação da Polícia Rodoviária Federal, Batalhão de Policiamento de Trânsito, Sindicato dos Taxistas, Sindicato dos Motoristas, ONG Etev,  Polícia Militar da Paraíba, Corpo de Bombeiros, Sest/Senat, Comitê de Acidentes e Violência, Polícia Solidária, Samu, agentes de trânsito do Detran, Guarda Municipal, DER e Secretaria de Mobilidade Urbana.

Além de promover a integração entre motoristas e motociclistas, o Detran aproveitou o evento para distribuir material educativo sobre segurança no trânsito e para alertar motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres sobre a necessidade de contribuir para construção de um trânsito melhor e mais seguro.

O Superintendente do órgão, Rodrigo Carvalho, disse que o Detran vem investindo na formação dos condutores paraibanos. Segundo ele, todos os Centros de Formação de Condutores em funcionamento na Paraíba foram recadastrados e são constantemente monitorados pela Controladoria Regional de Trânsito e pela Corregedoria do Detran.

As antigas autoescolas passaram por um recadastramento e tiveram que se adequar a todas as normas e resoluções do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e Departamento Nacional de Trânsito (Denatran).

 

Operações realizadas pela Corregedoria, na atual administração, já provocaram a prisão de donos de Centro de Formação de Condutores, despachantes e até servidores do órgão.

A instalação de câmeras na pista de provas do Detran também trouxe mais segurança para candidatos e examinadores e a medida permite que um candidato reprovado que queira contestar um resultado possa solicitar as imagens.