João Pessoa
Feed de Notícias

Caravana do Coração realiza atendimentos na cidade de Patos

sábado, 4 de julho de 2015 - 21:36 - Fotos:  Ricardo Puppe/Secom-PB

Em sua III edição, a Caravana do Coração, que está no sexto dia de estrada, realizou neste sábado (4) atendimentos na Faculdade Integrada de Patos (FIP), em Patos, beneficiando crianças e gestantes de 24 municípios da região: Patos, São Mamede, Santa Luzia, Várzea, Junco do Seridó, São José do Sabugi, Salgadinho, Areia de Baraúna, Cacimba de Areia, Passagem, Quixaba, Teixeira, Desterro, Cacimba, Mãe D’Água, São José do Bonfim, Santa Terezinha, Catingueira, Emas, São José de Espinharas, Malta, Condado, Vista Serrana e Matureia.

Um ambiente humanizado foi instalado na FIP com salas de nutrição, assistência social, ecocardiograma, laudo médico, além de um espaço lúdico, onde as crianças e familiares eram recepcionados com músicas ao som de um violão, além de brincadeiras. No início das atividades houve a apresentação do grupo musical do Caps infanto-juvenil, além da exposição de arte terapia, com bonecos produzidos com material reciclável. Ao final dos atendimentos, as crianças recebiam material educativo e CDs com todos os ensinamentos sobre como ter uma vida saudável. Foram realizados 540 atendimentos em 124 pacientes, com diagnóstico de cardiopatia em quase 50% dos usuários.

De acordo com a presidente da Ong Círculo do Coração, Sandra Mattos, o trabalho foi intenso, porém muito gratificante, “principalmente porque a cidade de Patos foi a primeira cidade do Sertão a trabalhar com a “Sala do Coração” e desta forma muitos pacientes da região já vêm sendo assistidos e compareceram hoje para a realização de exames e orientação de conduta. Em Patos, oito pacientes tiveram indicação de cirurgia imediata e serão encaminhados para realizar o procedimento urgente, logo após a finalização da Caravana”, concluiu Sandra Mattos.

Para o gerente regional de Saúde, José Leudo Farias Alves, a Caravana representa um trabalho enriquecedor, no qual a Paraíba é pioneira com o projeto. “Com a implantação do projeto, o Governo do Estado demonstra uma visão do que verdadeiramente deve ser saúde pública, já que mudou para melhor o atendimento das crianças com cardiopatia. Antigamente as crianças com problemas cardíacos eram transferidas para outros estados, para realizar o tratamento ou cirurgia e em alguns casos até morriam aguardando o procedimento em uma fila. O projeto trouxe uma perspectiva de vida, especialmente para as pessoas mais humildes”, defendeu Leudo Farias.

A ação desenvolvida pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde, em parceria com a Ong pernambucana Círculo do Coração e prefeituras iniciou, no dia 29 de junho, na cidade de Cajazeiras, e acontece até o dia 11 deste mês com o encerramento, em Mamanguape.

O secretário de Saúde de Patos, Anderson Sóstenes, fez uma avaliação positiva da Caravana. “Este é um projeto de grande importância, especialmente pela procura da população pelo serviço. Traz uma especialidade a mais. Esta sem dúvida é uma parceria que fortalece as ações para a população, além do cuidado especial com as crianças com cardiopatia. Durante este trabalho, vamos traçar uma pesquisa científica, traçar o perfil do paciente e suas particularidades. Que esse momento se estenda, para que possamos juntos, município e Governo do Estado, ampliar os serviços”, concluiu o secretário.

Um dos primeiros pacientes a receber o atendimento, em Patos, foi o pequeno Kaio Bianor, de 3 anos e 6 meses, que foi diagnosticado com cardiopatia com apenas 3 dias de nascido e cirurgiado com 3 meses de vida. “O projeto foi fundamental para meu filho estar vivo hoje, pois o problema cardíaco dele era gravíssimo (Tetralogia de Falollot), mas graças ao trabalho realizado pela equipe do Círculo do Coração, meu filho foi diagnosticado imediatamente e teve todo o tratamento realizado a tempo. Nosso muito obrigado ao governador Ricardo Coutinho por tanto cuidado e atenção as nossas crianças”, disse o pai de Kaio, o policial militar Dorivaldo Candido da Silva, que ainda destacou que o filho é avaliado a cada três meses.

Dorivaldo Candido disse ainda que o maior benefício do projeto é suprir a carência de um serviço tão importante, além de atender e assegurar o atendimento e tratamento de pessoas mais humildes e sem condições de se locomover. “Por isso sou divulgador desse projeto maravilhoso”, defendeu.

Outra criança atendida neste sábado em Patos foi a pequena Aparecida Vitória, de 2 anos e 6 meses, diagnosticada com cardiopatia logo e cirurgiada pela equipe do Círculo do Coração nos primeiros meses de vida. “Minha nota para o trabalho da equipe é 10. Se não fosse essa equipe, esse projeto, minha filha não estaria viva aqui”, disse a mãe da pequena, Rocélia Oliveira.

Já Monaele Maria de Fátima, de 9 anos, da cidade de Santa Luzia, teve o problema cardíaco (Tetralogia de Farllot) descoberto com 2 anos de idade. “Quando descobrimos, os médicos me disseram que ela precisava da cirurgia, mas que pelo sistema público seria difícil conseguir. Hoje, graças a equipe do Hospital Arlinda Marques e Caravana do Coração estou saindo com a certeza de que até setembro deste ano minha filha será cirurgiada. Aqui recebi toda a assistência necessária. A equipe fez reacender a minha esperança”, falou alegremente a mãe, Mônica Eugênio.

A grande novidade desta edição são as “Salas do Coração”, que funcionarão nas unidades de saúde do estado, em parceria com o Círculo do Coração e servem como ambiente virtual de ambulatórios, onde médicos e enfermeiros locais trabalham com profissionais do Círculo do Coração, para fazer o acompanhamento das crianças cardíacas da região e ainda será um espaço de capacitação profissional. Com isso, as crianças e gestantes de o estado com problemas cardíacos terão assistência em suas regiões, sem necessidade de sair para os grandes centros.

Em seguida, o serviço recebe o “Ecotaxi”, uma mala com todos os equipamentos necessários para fazer ambulatório de cardiologia (máquina de ecocardiografia, eletrocardiograma, oxímetro, estetoscópio, tensiômetros, etc). O “Ecotaxi” ficará em cada sala das 15 cidades, durante uma semana, para promover atendimento ambulatorial e diagnóstico emergenciais.

A sala servirá também para a capacitação continuada em saúde, na qual as aulas serão disponibilizadas na internet, no site do Círculo. Toda semana a equipe do Círculo do Coração faz reunião na qual discute casos clínicos, trabalhos de leitura e rotinas do projeto. Todas as discussões são gravadas e vão para o programa de educação continuada. Os profissionais poderão acessar a qualquer momento.

A cidade de Patos já dispõe da “Sala do Coração”, além de João Pessoa e Campina Grande. Até o encerramento da Caravana serão instaladas 12 Salas nas cidades que receberão a Caravana: Cajazeiras, Sousa, Catolé do Rocha, Pombal, Itaporanga, Princesa Isabel, Monteiro/Sumé, Esperança, Picuí, Guarabira, Itabaiana, e Mamanguape.

Capacitação – A pediatra e neonatologista Juliana Soares, que é instrutora do curso “Reanimação Neo-Natal”, oferecido para oito médicos e oito profissionais de saúde, enfermeiros, técnicos e fisioterapeutas, destacou três pontos importantes dos cursos ofertados: atualizar os profissionais em locais mais distantes, aproximar as equipes que trabalham com a alta complexidade e o trabalho em intercâmbio. “As capacitações vão além da troca de experiências profissionais, do aprendizado é uma questão de afinidade, de amizades, que envolve também a relação dos profissionais e tudo isso é muito gratificante, porque motiva e quem sai ganhando é a população” defendeu.

A pediatra da Maternidade Peregrino Filho, em Patos, Klécida Rodrigues, uma das participantes do curso, disse que com o Círculo do Coração a Paraíba só tem a ganhar. “Com este projeto ganham os profissionais, as crianças e os familiares, já que é de suma importância, pois salva a vida das nossas crianças. Tenho a satisfação em fazer parte do projeto. É um grande aprendizado como pessoa e profissional”, finalizou.

Programação – A Caravana continua na estrada e neste domingo (5) realiza os atendimentos na cidade de Princesa Isabel; em Monteiro/Sumé na segunda (6); em Esperança na terça (7); em Picuí na quarta (8); em Guarabira na quinta (9); em Itabaiana na sexta (10); e em Mamanguape, no sábado (11), quando acontecerá o encerramento.

Balanço: A Caravana já realizou os atendimentos nas cidades de Cajazeiras (29), Sousa (30), Catolé do Rocha (1), Pombal (2), Itaporanga (3) e neste sábado (4), em Patos.