Fale Conosco

8 de julho de 2016

Caravana do Coração atende 230 pacientes em Monteiro e Princesa Isabel



A 4ª edição da Caravana do Coração já atendeu 230 pacientes. As atividades começaram na segunda-feira (4/7), às 8h, na cidade de Monteiro, e na terça-feira (5), seguiram para Princesa Isabel. O projeto é uma iniciativa Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES) e da Rede de Cardiologia Pediátrica da Paraíba (RCP), em parceria com a ONG Círculo do Coração de Pernambuco, e tem o objetivo de realizar um mutirão de triagens, consultas e exames cardiológicos em crianças de 0 a 12 anos e gestantes, com idade gestacional de 22 a 28 semanas, que apresentem algum tipo de cardiopatia. A Caravana vai passar em 13 municípios paraibanos até o dia 17 de julho.

“É uma satisfação promover mais uma edição desta Caravana. Nos primeiros anos trabalhamos com cerca de 40 pessoas, este ano temos mais de 90 voluntários, o que mostra a evolução do nosso trabalho. Também é muito gratificante dizer que, no momento, a maioria dos participantes da caravana é composta por paraibanos que acreditaram nessa ação. Temos, ainda, a adesão de profissionais de Portugal, Inglaterra, Japão e Estados Unidos. Durante as duas semanas de trabalho, serão formadas equipes que farão atendimentos específicos aos pacientes, de forma igualitária”, observou a presidente da ONG Círculo do Coração e coordenadora da Caravana, Sandra Mattos.

Ela enfatizou, ainda, que os profissionais têm muita responsabilidade no desempenho das atividades. “Todos trabalham pela saúde da sociedade. O propósito maior é cuidar das crianças carentes e suas famílias, de forma técnica, ética e social. Nossa missão é prestar serviços de excelência e usar esta oportunidade como aprendizado para melhorar sempre o atendimento na prevenção e tratamento humano da saúde”, salientou.

Em Monteiro, os serviços foram disponibilizados à população na Escola Municipal Tiradentes. Foram atendidos 101 pacientes, entre eles, 71 crianças e 30 gestantes. Entre os atendimentos, 98 passaram pelo serviço de enfermagem; 65 de cardiologia; 76 no serviço social; 67 de odontologia; 59 de nutrição; 25 de psicologia; nove em fonoaudiologia; nove em oftalmologia e dois na fisioterapia. Entre os exames feitos, foram 89 eletrocardiogramas; 36 coletas de sangue; 31 ultrassonografias fetais; 28 coletas de urina; 13 digiscope; sete ultrassonografias transfontanela e quatro exames de genética.

A ação, que acontece pela terceira vez na cidade, abrange 17 municípios da 5ª Gerência Regional de Saúde (GRS): Monteiro, Amparo, Ouro Velho, Prata, Sumé, Parari, São Sebastião do Umbuzeiro, São João do Cariri, São João do Tigre, Caraúbas, Coxixola, Serra Branca, Congo, Camalaú, Zabelê, Gurjão e São José dos Cordeiros.

Além dos atendimentos, a Caravana ainda promoveu cursos de primeiros socorros para profissionais de saúde e de educação e outro com foco sobre os cuidados no pré-natal somente para enfermeiros da Atenção Básica.

Para a gerente da 5ª Gerência Regional de Saúde (GRS), Ravena Farias, o maior destaque da Caravana deste ano foi o atendimento às crianças com microcefalia. “Isso foi um ganho muito grande para a nossa região. Em Monteiro, foram atendidas 11 crianças com microcefalia e, embora, elas já recebam atendimento, a assistência recebida na Caravana é de extrema importância porque disponibiliza exames e especialidades que são oferecidos somente em outras cidades, regiões e, às vezes, até em outros estados”, disse.

Em Princesa Isabel, as atividades começaram na manhã da terça-feira (5), na Escola Estadual Nossa Senhora do Bom Conselho. A ação beneficiou pacientes de Água Branca, Imaculada, Juru, Manaíra, Princesa Isabel, São José de Princesa e Tavares.

Foram atendidos 129 pacientes, entre eles, 97 crianças e 32 gestantes. 120 pacientes passaram pelo serviço de enfermagem; 118 no serviço social; 115 na nutrição; 85 em cardiologia; 78 de odontologia; 22 de psicologia; nove em fonoaudiologia e seis na oftalmologia. Entre os exames feitos, foram 89 eletrocardiogramas; 37 coletas de sangue; 34 coletas de urina; 24 ultrassonografias fetais; 13 digiscope e três ultrassonografias transfontanela.

De acordo com a gerente da 11ª Gerência Regional de Saúde, Joelma Muniz, receber a Caravana é sempre uma experiência exitosa. “As atividades são de grande relevância para a população local. Os pacientes da nossa região sempre recebem os serviços prestados pela Caravana com grande satisfação, afinal, moramos distante dos grandes centros e não dispomos dos serviços ofertados com tanta facilidade. Ficamos sempre muito felizes, principalmente, por saber que nossa população está sendo atendida por profissionais extremamente competentes”, frisou.

Meta – A IV Caravana do Coração terá duração de duas semanas, com o objetivo de aumentar o número de pacientes atendidos e capacitações por meio de um maior contingente de profissionais. Para este ano, a meta é atender cerca de 1.300 pacientes, entre gestantes e crianças, totalizando 15 mil atendimentos, tendo em vista que cada criança poderá ter acesso a até oito atendimentos diferentes nas mais diversas especialidades: Cardiologia, Odontologia, Neurologia, Ultrassonografia, Ecocardiografia, Clínica Médica, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Nutrição, Psicologia e Arte-educação.

A intenção é atender até 100 pacientes por cidade. Além disso, serão feitas até 315 capacitações profissionais por cidade – até 25 especializações em Ecocardiograma Fetal; 120 atualizações em Enfermagem; 120 qualificações em Ausculta Eletrônica; 25 em Enfrentamento da Microcefalia e 25 em Propriedade Intelectual.

Novidades – Uma das novidades este ano é o engajamento de profissionais de saúde internacionais, com objetivo de realizar estudos relacionados ao atual surto de microcefalia. O CDC dos Estados Unidos trará um pediatra, um neurologista, um oftalmologista, um geneticista e um ultrassonografista. Da Inglaterra, a equipe terá um infectologista e um jornalista. De Portugal, três engenheiros da computação. Do Japão, especialistas de doenças infecciosas, patologia e imagem. Ao todo, são cerca de 20 professores e pesquisadores.

Está previsto, ainda, o lançamento do Projeto de Humanização e Capilarização – Família do Coração. O objetivo geral é formar um grande círculo de famílias do coração na Paraíba, aproximando as realidades e promovendo troca de experiências.

Outra novidade para este ano é que serão prestados, também, serviços de saúde bucal – avaliação, orientação, distribuição de kits de escovação e aplicação de flúor. Além disso, bebês com microcefalia também serão assistidos pelo projeto.

Programação – Nesta quarta-feira (6) a Caravana do Coração está em Itaporanga. Confira o calendário:

Itaporanga: 06/07

Cajazeiras: 07/07

Sousa: 08/07

Catolé: 09/07

Pombal: 10/07

Patos: 11/07

Picuí: 12/07

Esperança: 13/07

Guarabira: 14/07

Mamanguape: 15/07

Itabaiana: 16/07

Caravanas do Coração – A partir do segundo ano da Rede de Cardiologia Pediátrica da Paraíba (RCP), com o objetivo de aprimorar o programa de triagem e facilitar o acesso da população à equipe de especialistas, foi criada a Caravana do Coração.

Trata-se de uma visita de uma equipe multiprofissional incluindo médicos, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais, professores e estudantes universitários, às cidades do interior da Paraíba que integram a RCP, para realizar consultas e exames complementares, como ecocardiograma e oximetria, além de arte-educação para crianças, pais e capacitação para profissionais de saúde.

Foram realizadas, até o momento, três Caravanas do Coração. A primeira teve a duração de uma semana e as seguintes duas semanas de duração. Na primeira Caravana foram visitados oito municípios e atendidos pouco mais de 500 pacientes. As duas últimas edições cobriram 13 municípios e asseguraram o atendimento de mais de 1.000 pacientes cada. Nessas Caravanas, os profissionais de saúde percorrem mais de 1.880 km.

A Rede de Cardiologia Pediátrica da Paraíba (RCP – PB) é uma iniciativa do Governo do Estado da Paraíba, que investe anualmente R$ 6 milhões no projeto. Iniciado em 2011, foi um divisor de águas na saúde pública da Paraíba, na área cardiológica e pediátrica, sendo estendida, a partir de 2013, para a capacitação em perinatologia.