Fale Conosco

4 de fevereiro de 2016

Caravana Agevisa leva capacitação de combate ao Aedes aegypti para Visas municipais



A Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa/PB) promoverá capacitação de combate ao mosquito Aedes aegypti para os inspetores e técnicos das Vigilâncias Sanitárias municipais de todo o Estado, segundo confirmou, na manhã desta quarta-feira (3), a diretora-geral da agência reguladora estadual, Glaciane Mendes. Repassadas por meio da Caravana Agevisa – iniciativa integrante do Programa Agevisa Capacita, as informações destinam-se também ao pessoal das Vigilâncias em Saúde Ambiental e Epidemiológica.

“Como já é de conhecimento de todos, o Brasil passa por uma situação emergencial, pois os muitos casos confirmados de microcefalia justificam a decisão da Organização Mundial da Saúde (OMS) em decretar emergência internacional. Frente a isto, e considerando a preocupação da Agevisa/PB em colaborar efetivamente neste contingenciamento, que, aliás, trata de um plano de Governo, foi solicitado à área técnica, por meio da diretora técnica de Medicamentos, Alimentos, Produtos e Toxicologia, Djanira Lucena, que elaborasse uma Nota Técnica (que já está em nosso Portal) sistematizando os procedimentos, atribuições e estratégias para o enfrentamento dos agravos à saúde transmitidos pelo mosquito Aedes aegypti”, comentou Glaciane.

Ela informou que as Oficinas de Capacitação relacionadas ao problema ocasionado pela proliferação do Aedes aegypti serão realizadas no período de 16 (terça-feira) a 19 (sexta-feira) de fevereiro e terão como facilitadores a diretora Djanira Lucena e o gerente de Medicamentos Sérgio Brindeiro (responsáveis pela coordenação do projeto), e também a gerente técnica da Agevisa em Guarabira (Regional I), Ana Lúcia Teixeira dos Santos, e a técnica da Gerência Técnica Regional II (Campina Grande), farmacêutica Maria Salete Naro Guimarães.

“Serão realizadas capacitações nas quatro Macro Regionais de Saúde da Paraíba, dentro do Plano de Qualificação para Inclusão da Vigilância Sanitária no Controle da Proliferação do Aedes aegypti. Com isso, nós conseguiremos atingir todo o Estado”, comentou Glaciane Mendes. Segundo ela, a Caravana Agevisa de combate ao mosquito Aedes estará na 4ª Região de Saúde (sediada no município de Sousa) no dia 16 de fevereiro. Na quarta-feira (17) será a vez da 3ª Região (com sede em Patos); na quinta-feira (18) a Caravana estará no município de Campina Grande/PB (sede da 2ª Macro Região de Saúde), e na sexta-feira (19) em João Pessoa/PB (sede da 1ª Região).

Conforme Glaciane Mendes, serão disponibilizadas aos técnicos e inspetores de Vigilância Sanitária e das Vigilâncias em Saúde Ambiental e Epidemiológica informações básicas sobre o mosquito Aedes aegypti (origem, ciclo biológico, comportamento do vetor, fatores de risco/agravos à saúde etc.), como também sobre o Programa Nacional de Controle da Dengue (PNCD).Também serão abordados os temas relacionados à Vigilância Sanitária e ao controle do vetor Aedes aegypti (amparo legal, instrumento de Vigilância Sanitária, inspeção “in loco”). As informações, segundo ela, serão repassadas por meio de aulas expositivas e dialogadas, exposição de vídeos, avaliação em grupo dos instrumentos de Vigilância Sanitária, aulas práticas e apresentação dos grupos.

Conforme exposto no Plano de Qualificação para Inclusão da Vigilância Sanitária no Controle da Proliferação do mosquito Aedes aegypti, disponibilizado pela diretora-geral da Agevisa/PB, Glaciane Mendes, e assinado pela diretora técnica de Medicamentos, Alimentos, Produtos e Toxicologia, Djanira Lucena, “a Paraíba apresenta-se com ampla distribuição do vetor Aedes aegypti em todas as suas regiões, com elevados índices de infestação predial, apesar dos esforços da Secretaria de Estado da Saúde e das Secretarias Municipais de Saúde”.

“Nesse cenário, a Agevisa/PB firma-se no eixo estratégico intersetorial para cumprir a sua missão de promover a proteção à saúde da população trabalhando ações conjuntas com a Secretaria de Estado da Saúde com vistas à sensibilização de todo o conjunto da sociedade”, comentou Glaciane.

A diretora-geral da Agevisa/PB ressaltou a normatização das ações fiscalizatórias no processo de combate ao Aedes aegypti e informou que a sistematização dos procedimentos de competência da autarquia estadual está prevista na Nota Técnica nº 01/2016/DTMAPT/AGEVISA (disponível em http://www.agevisa.pb.gov.br/index.php/conteudo/noticias/759-agevisapb-sistematiza-acoes-para-reforcar-combate-ao-mosquito-aedes-aegypti-na-paraiba), que trata dos procedimentos, atribuições e estratégias para o enfrentamento dos agravos à saúde transmitidos pelo mosquito.