João Pessoa
Feed de Notícias

Caps disponibiliza tratamento humanizado de dependentes químicos

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015 - 11:56 - Fotos: 

O Centro de Atenção Psicossocial (Caps AD III – álcool e drogas) Jovem Cidadão, pertencente à rede estadual de saúde, atendeu 3.196 usuários, 291 famílias e fez 185 visitas domiciliares nos últimos três anos. O serviço é referência para todo Brasil, de acordo com o Ministério da Saúde, e disponibiliza assistência aos usuários de João Pessoa e outras cidades do Estado.

O Caps atende atualmente 628 usuários dependentes químicos com uma equipe multiprofissional formada por médicos, psicólogos, farmacêuticos, nutricionistas, educador físico, enfermeiros, psicanalistas, arte terapeuta, artesãos, entre outros profissionais. A partir deste ano, o serviço disponibiliza os serviços no final de semana para todos os usuários que desejarem atendimento e atividades terapêuticas.

A diretora geral do Caps, Marileide Martins, considera imprescindível a atuação da família na prevenção do uso de drogas psicoativas, assim como na recuperação e reinserção social do dependente químico.

Ela explicou que uma das ações desenvolvidas pelo Caps é a busca ativa dos usuários que são resgatados e trazidos para o serviço, onde recebem assistência para deixar o vício. “Dependência química não é loucura e não há necessidade de se internar o usuário em um hospital psiquiátrico, porque a cura pode ser alcançada por meio de um trabalho terapêutico sem a necessidade do uso de drogas que prejudicam o usuário”, explicou Marileide Martins.

Um dos usuários do serviço, que prefere não ser identificado, destaca o atendimento. “Aqui eu tenho um atendimento humanizado e uma atenção especial e isso me ajuda muito na luta contra o vício”, afirmou.

Outro paciente do Caps contou que procurou o Centro no ano passado, com ajuda de um amigo, e depois que passou a frequentar o local percebeu as melhorias. “Tudo depende da gente, mas se a pessoa não tiver um incentivo, a situação é mais complicada e aqui eu encontrei o apoio que estava precisando”, disse o jovem que participa das oficinas terapêuticas.

Marileide Martins explica que o uso de drogas é considerado um problema de saúde pública. “Falar sobre o assunto é discutir o processo saúde/doença, considerando-se os modelos que contribuem para a compreensão do fenômeno no momento atual e das estratégias de intervenção estabelecidas”, comentou.

Tratamento individual e familiar – Ainda de acordo com Marileide Martins, o Caps Jovem Cidadão oferece atendimento individual e familiar ao usuário de álcool e drogas. “Esse é um dos nossos diferenciais, porque outros serviços oferecem apenas o tratamento em grupo”. Ela explica que, se a família não conseguir convencer o paciente a ir até o Caps, é possível ligar e uma equipe de profissionais se desloca até a residência e, com ajuda da Unidade de Saúde da Família, faz uma avaliação do paciente e toma as providências para o tratamento.

O Caps Jovem Cidadão está localizado na Rua Sinésio Guimarães, 163 – Bairro da Torre, em João Pessoa. O telefone é (083) 3218-5902.