João Pessoa
Feed de Notícias

Caprinocultura paraibana será modelo para criadores do Maranhão

quarta-feira, 28 de novembro de 2012 - 11:28 - Fotos:  Secom-PB

Durante o segundo dia de visitas aos sítios produtivos de agricultores familiares que criam caprinos no Cariri Ocidental, técnicos e criadores do Maranhão se interessaram em adotar os métodos de trabalho da Paraíba para incrementar a caprinocultura.

Na terça-feira (27), um grupo esteve nos municípios de Zabelê e São Sebastião de Umbuzeiro, vendo como os criadores estão trabalhando diante da estiagem. Também participaram de um dia especial de discussão sobre caprinocultura leiteira no Sítio Serra do Fogo.

O presidente da Agência Estadual de Pesquisa e Extenção Rural do Maranhão, Jorge Fortes, disse que a Paraíba é modelo na produção de leite de cabra e que os criadores do seu Estado poderão se espelhar nesse exemplo: “Viemos buscar experiências na caprinoculura de leite para adapta-las à realidade do Maranhão”, disse.

“Na Paraíba há uma capacidade muito grande de sobrevivência nas adversidades climásticas, como estão vivendo atualmente com a estiagem”, afirmou. Ele lembrou que no Maranhão as condições são melhores e por isso acredita que a caprinocultura leiteira vai se consolidar em pouco tempo.

“Nós tiramos uma grande lição da Paraíba, e temos certeza de que a parceria vai nos permitir a transferência de conhecimentos e exemplos de criadores que dão lição de como sobreviver em situação se falta de chuva como a que se verifica agora na Paraíba”, comentou Jorge Fortes.

Segundo ele, os criadores paraibanos, assessorados pela Emater, dão uma lição de perseverança de que é preciso acreditar na atividade, mesmo que as propriedades sejam de tamanho pequeno, como as que foram visitadas.

Outro ponto destacado foi o subsidio oferecido pelo Governo para aquisição da ração destinada aos animais, o que tem ajudado a manter o rebanho paraibano, como também a garantia da compra do leite.

O presidente da Emater, Geovanni Medeiros, e o diretor técnico, Erasmo Lucena, acompanharam o grupo durante as visitas às comunidades. “A Emater está criando condições para que outros agricultores familiares tomem conhecimento das ações que ajudem nas suas tividades”, disse.

O chefe de gabinete da Emater, Romero Bento, o coordendor regional da Emater em Serra Branca, Antonio Alberto, e extensionistas de toda a região participaram das visitas e da organização do ‘dia de campo’. Prefeitos municipais da região também compareceram aos eventos.

O assessor estadual da caprinocultura, Everaldo Cadena, informou que mesmo em face da estiagem, os visitantes estão conhecendo o trabalho e a dedicação de criadores em manter seu plantel, tudo com a participação de parceiros e contando com o apoio do governo estadual, que tem permitido a aquisição de ração com subsídio, apesar de muitos estarem recorrendo à macambira e ao chique-chique para alimentar os animais.

No sítio Serra do Fogo, o agricultor familiar Fernando Alves recepcionou o grupo, onde foi realizado o ‘dia de campo’ sobre caprinocultura de leite. Durante o evento foram comemorados os 15 anos de fundação da Associação dos Criadores de Caprinos e Ovinos de Zabelê, com a entrega de prêmios a criadores e parceiros.

O grupo do Maranhão continuará até a sexta-feira (30) conhecendo o trabalho que a Emater realiza em favor da caprinocultura, principalmente no Cariri. Nesta quarta-feira (28), no sítio Serra do Fogo, será promovida a competição esportiva laço do bode, tradicional na região.