João Pessoa
Feed de Notícias

Capacitação envolveu membros das polícias Civil, Militar, Rodoviária Federal e Guarda Municipal

quinta-feira, 22 de outubro de 2009 - 15:33 - Fotos: 

O secretário da Segurança Pública e da Defesa Social (SEDS), Gustavo Ferraz Gominho, e o comandante geral da Polícia Militar da Paraíba, coronel Wilde de Oliveira Monteiro, participaram na manhã desta quinta-feira (22), no Centro de Educação da PM, da solenidade de formatura de Multiplicadores de Policiamento Comunitário. Vinte e oito profissionais em segurança pública de instituições como Polícia Civil, Guarda Municipal, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e PM concluíram a atividade de capacitação.

Em seu pronunciamento, Gustavo Gominho externou sua satisfação em participar de “mais este incremento para combater a criminalidade”, e afirmou que “o único meio de vencer os bandidos é qualificar a mão de obra existente nas instituições de Segurança, além de atrair a participação efetiva de toda sociedade”.

Já o comandante da Polícia Militar da Paraíba, coronel Monteiro, afirmou que “o policiamento comunitário é uma filosofia na qual a Polícia atua em parceria com a comunidade para melhorar a segurança pública e a qualidade de vida da população”.

Como funciona – Tendo como base a comunidade, essa forma de policiamento deve possibilitar uma relação de maior proximidade e confiança entre a Polícia e a população, além de ser descentralizada tornando possível observar e atender as necessidades específicas de cada região, e orientar suas atividades para medidas de prevenção ao crime e resolução de conflitos na origem, para permitir a participação de não-policiais nas atividades de planejamento, definição de prioridades e execução das medidas de segurança, por meio dos Conselhos Comunitários de Segurança (Consegs).

“Muito além de um simples projeto ou experimento isolado, que tenha resultados positivos, o policiamento comunitário deve permear e redirecionar a ação da Polícia, tornando-a mais eficiente na prevenção do crime, agregando ao treinamento dos policiais valores de respeito ao estado de direito a aos direitos da cidadania”, finalizou o coronel Monteiro. O curso teve dois meses de duração, foi coordenado pelo tenente-coronel Carlos Tarcísio, do Centro de Ensino da PM, e contou com a participação de líderes comunitários da Grande João Pessoa.

 

Marcos Tadeu, da Assessoria de Imprensa da Polícia Militar