Fale Conosco

27 de janeiro de 2017

Capacitação em Comercialização Solidária reúne participantes de toda Paraíba na UFPB



25 01 2017 Projeto Ações Integradas de Economia Solidária Fotos Luciana Bessa 19 270x180 - Capacitação em Comercialização Solidária reúne participantes de toda Paraíba na UFPB

Foi encerrada nessa quinta-feira (26), a Formação em Comercialização Justa e Solidária. A capacitação foi realizada durante dois dias e foi direcionada para todos os segmentos da Economia Solidária, Artesanato, Agricultura Familiar, Finanças Solidárias e Catadores. Na ocasião, participaram 55 trabalhadores de diversas regiões da Paraíba, tais como, Seridó, Agreste, Brejo, Cariri, Zona da Mata e o Alto Sertão Paraibano.

O debate trouxe diálogos e trocas de experiências, análise de contexto e uma construção coletiva de articulação e comercialização solidária no Estado. Reuniram-se cooperativas e associações que têm a preocupação de trabalhar com o comércio justo e solidário. A discussão se deu a partir de depoimentos das experiências já existentes que veio para figurar a importância da construção de uma nova maneira de consumir.

A Formação teve como objetivo principal trabalhar na Paraíba os conceitos de Economia Solidária para construir novos mercados, fortalecer e valorizar iniciativas econômicas solidárias já existentes, e estimular a criação de outras. Ou seja, informar e educar para uma outra economia possível.

Com uma maneira diferente de produzir e de comercializar, a Economia Solidária se preocupa em trabalhar de forma justa e solidária, sem explorar os recursos naturais e o homem, baseando-se no respeito à natureza e no consumo consciente.

A secretária Executiva Ana Paula Almeida considerou que foram momentos ricos de aprendizado e troca de experiências vivenciadas pelos participantes, em torno da política de economia solidária. “Esse é o primeiro passo importante para efetivar a política. É emocionante ver pessoas lá da ponta nos contar histórias exitosas, isso mostra a necessidade de implantar centros de referências em economia solidária, com assistência técnica, formação, comercialização e demais ações”.

Para Rizoneide Amorim, analista social do Instituto Marista de Solidariedade, organização que atua nas comunidades com foco em economia solidária, agroecologia e desenvolvimento sustentável, a formação foi importante. “Acredito que a atividade através dos debates, trouxe esclarecimentos, como também uma construção coletiva, talvez esse seja o primeiro passo para a implantação do Centro Público”, avaliou

Ação foi promovida pelo Governo da Paraíba, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (Sedh) e da Secretaria Executiva de Segurança Alimentar e Economia Solidária (Sesaes), com apoio da Incubadora de Empreendimentos Econômicos e Solidários (Incubes) e em parceria com o Fórum Estadual de Economia Solidária.O evento aconteceu na Secretaria dos Órgãos Deliberativos da Administração Superior – SODS da UFPB.