João Pessoa
Feed de Notícias

Capacitação de gestores municipais permite uso de ferramenta eletrônica já usada em outros estados

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009 - 15:01 - Fotos: 
A Secretaria de Estado da Saúde (SES) iniciou a capacitação dos gestores municipais para a utilização do Sistema de Apoio ao Relatório de Gestão do SUS (Sargsus). A oficina de trabalho para representantes de 26 municípios foi realizada nesta terça-feira (28), no auditório do Centro Formador de Recursos Humanos (Cefor), na Capital. A Paraíba passará a ser o sexto Estado do Brasil a usar a ferramenta eletrônica, que já está sendo utilizada nos Estados do Acre, Bahia, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro e Paraná.

Foram selecionados para este primeiro treinamento os 26 municípios que são sedes de colegiados de gestão regional, mas a meta da SES é capacitar todos os municípios paraibanos até fevereiro de 2010. O treinamento foi ministrado pelo diretor do Departamento do Monitoramento e Avaliação da Gestão do SUS do Ministério da Saúde (MS), André Luis Bonifácio de Carvalho, e pela consultora da área de Monitoramento e Avaliação da Gestão do MS, Maria Delzuita.

André Bonifácio afirmou que o Relatório Anual de Gestão é obrigatório e uma exigência legal de acordo com a Lei Federal 8.142/90. “Nesse documento, os gestores municipais fazem um balanço de todas as ações de saúde realizadas durante o ano, os projetos, a aplicação de recursos financeiros e as metas atingidas no combate às doenças. A partir da avaliação desse relatório o gestor poderá repensar as suas ações, fazer planejamentos e qualificar o seu plano de saúde”, disse.

A secretaria-executiva da Saúde do Estado, Lourdinha Aragão, destacou a importância do Relatório Anual de Gestão que, segundo ela, vai ajudar na avaliação, construção e planejamento de políticas públicas e outras ações voltadas para a melhoria da qualidade vida dos paraibanos. “Por isso, a SES dará todo apoio e suporte necessários aos municípios na elaboração desse documento”, disse.  

A gerente de Planejamento e Gestão da SES, Joseneida Teixeira Remígio, explicou que o Relatório Anual de Gestão é um documento importante para execução das ações de saúde. “Se não houver um planejamento, um plano do que será colocado em prática, não conseguiremos atingir os resultados e as metas desejadas”, disse.

Ferramenta eletrônica – No Sargsus, os gestores terão acesso a várias informações do Sistema de Indicadores da Atenção Básica (Siapcto), Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), Sistema de Orçamento da Saúde (Siops), além de dados disponibilizados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) sobre morbidade e mortalidade e informações que serão inseridas pelo gestor estadual e municipais, a partir das programações anuais.  
 

Assessoria de Imprensa da SES/PB