João Pessoa
Feed de Notícias

Campus da UEPB em JP vai funcionar provisoriamente na Escola José Lins

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011 - 16:45 - Fotos: 
O Governo do Estado conseguiu chegar a uma solução intermediária para a realização das aulas no Campus V da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), em João Pessoa, num local adequado para o ensino superior. Após reuniões entre o governo, a UEPB e a comunidade docente e discente ficou definido que a unidade na Capital passará a funcionar na Escola Estadual José Lins do Rêgo, no bairro do Cristo, que abrigará o ensino médio e superior.

A medida irá beneficiar cerca de 1.500 alunos da graduação e da pós-graduação, além dos alunos do ensino médio. Na manhã desta quarta-feira (2), o governador Ricardo Coutinho (PSB), o secretário de Educação, Fernando Abath, a secretária executiva de Educação, Márcia Lucena, e a reitora da UEPB, Marlene Alves, estiveram reunidos e chegaram a um acordo sobre a transferência do prédio que funciona em Tambiá para a Escola José Lins do Rego, até que o novo campus da UEPB de João Pessoa seja construído no terreno da antiga fábrica Matarazzo.

De acordo com o governador Ricardo Coutinho, a solução encontrada foi boa tanto para os alunos da UEPB, que poderão estudar num local amplo e com mais estrutura, quanto para os alunos do ensino médio, que terão acesso a cursos técnicos como Administração para o Mercado Financeiro e Turismo e Hotelaria, que são importantes para a formação de mão de obra especializada.  “Essa é uma solução intermediária, até que consigamos realizar o sonho de construir um grande campus da UEPB na antiga fábrica Matarazzo com todas as condições para um ensino superior de qualidade”, explicou.
    
A reitora Marlene Alves destacou que a previsão é que o período letivo para os alunos da UEPB e do ensino médio comece no início de março e que toda a estrutura necessária está sendo cuidada para garantir o bom nível do ensino superior e médio. Marlene destacou que além dos cursos técnicos, o Centro de Línguas e o Laboratório de Informática funcionarão no local, beneficiando os alunos dos cursos superior, pós-graduação e ensino médio. “A UEPB vinha funcionando num local sem as condições necessárias, mas com o diálogo e o empenho do novo governo conseguimos chegar a um denominador comum”, completou.