Fale Conosco

27 de maio de 2013

Campanha ‘Não finja que não viu’ une municípios pelo fim da violência



24.05.13 sedh campanha em boa ventura contra exploracao sexual Fotos Lívia Reis 3 270x202 - Campanha ‘Não finja que não viu' une municípios pelo fim da violênciaAs atividades da campanha de proteção integral aos direitos de crianças e adolescentes ‘Não finja que não viu’ incluíram audiência pública, panfletagem e caminhada, em Boa Ventura, no Vale do Piancó; e em Marcação, no Litoral Norte do Estado, nesse fim de semana.

A ação do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano (Sedh), recebeu apoio dos municípios, entidades sem fins lucrativos, organizações não governamentais, taxistas, trade turístico e outros segmentos que estão unidos pelo fim da violência infantil na Paraíba.

24.05.13 sedh campanha em boa ventura contra exploracao sexual Fotos Lívia Reis 2 270x202 - Campanha ‘Não finja que não viu' une municípios pelo fim da violênciaEsta é uma campanha permanente, ancorada nas ações que o Governo do Estado tem em várias áreas. Estamos unindo forças para que todos também abracem a causa e que possamos ter mais consciência de que é preciso denunciar os casos de violência infantil. Não podemos ser omissos”, alertou a secretária da Sedh, Aparecida Ramos. 

Em Boa Ventura, uma audiência pública na Câmara Municipal fez o alerta sobre a violência infantil. A gerente de proteção especial da Sedh, Carmem Meireles, explicou quais são os principais sintomas que podem apontar que a criança ou adolescente seja vítima da violência sexual.

A equipe da Sedh também distribuiu material educativo entre a população de Boa Ventura.

sedh campanha em marcacao contra exploracao sexual 3 270x202 - Campanha ‘Não finja que não viu' une municípios pelo fim da violênciaMobilização nas ruas – No município de Marcação, a campanha aconteceu em parceria com o município, que realizou uma caminhada pelas principais ruas da cidade. A mobilização chamou atenção sobre a necessidade de denunciar casos de violência infantil.

A secretária de Ação Social do município, Érica Correia, participou da ação e falou do enfrentamento à violência. “É muito importante a união entre o Governo do Estado e a prefeitura porque juntos temos mais forças para agir contra os casos de violência infantil”, disse.

Campanha permanente – A Campanha, lançada na última segunda-feira (20), pelo governador Ricardo Coutinho, será permanente. Durante todo o ano haverá mobilizações com palestras em escolas públicas e privadas, abordagens em feiras livres e atos públicos nos municípios sobre os principais tipos de violência contra crianças e adolescentes. Haverá também Concurso de Boas Práticas, que vai ser lançado em junho, com premiação para o melhor trabalho. O objetivo da mobilização é o combate às violações de direitos de crianças e adolescentes.

sedh campanha em marcacao contra exploracao sexual 2 270x202 - Campanha ‘Não finja que não viu' une municípios pelo fim da violênciaEnfrentamento – Para coibir esse tipo de violência, entre as ações do Governo do Estado, está o Programa de Proteção a Crianças e Adolescentes Ameaçados de Morte, que garante a segurança de vítimas que sofrem ameaças graves. O programa prevê, inclusive, dependendo do grau da agressão, que a vítima, com a família, seja transferida para outro Estado onde tenha total segurança.

Entre outras ações realizadas para que os direitos da criança e adolescente sejam cumpridos, foram capacitados conselheiros tutelares e de direito, além dos profissionais que atuam nos Centro de Referência Especializados de Assistência Social (Creas). Eles recebem orientações de como atender crianças e adolescentes vítimas de exploração e abuso sexual e violência infantil.

sedh campanha em marcacao contra exploracao sexual 1 270x202 - Campanha ‘Não finja que não viu' une municípios pelo fim da violênciaAinda nos 20 Creas Polos Regionais que atendem juntos a mais de 155 municípios paraibanos, o Governo do Estado equipou os Centros com carros para que os profissionais possam chegar à zona rural e também adquiriu material lúdico e equipamentos.

O projeto Criança.PB, da Sedh, disponibiliza um site onde são incentivadas reportagens com a temática criança e adolescente. Por meio desse projeto, também são oferecidas capacitações voltadas para jornalistas, radialistas, taxistas e o trade turístico sobre os direitos da criança e adolescentes. Ainda existe uma premiação para a melhor reportagem sobre a temática que deve acontecer no final deste ano.

O Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente acompanha e fiscaliza todas as ações desenvolvidas pela Sedh.