João Pessoa
Feed de Notícias

Campanha ‘Não finja que não viu’ participa de audiência pública em Campina Grande

terça-feira, 9 de julho de 2013 - 12:45 - Fotos: 

A Campanha de Proteção Integral à Criança e ao Adolescente “Não finja que não viu”, coordenada pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano (Sedh), participou nesta terça-feira (9), no auditório da Fiep, em Campina Grande, da oitava audiência pública organizada em parceria com o Sistema de Garantia de Direitos.

De acordo com a gerente de Proteção Social Especial da Sedh, Carmem Meireles, o Disque 100 registrou 1.639 casos de violência no ano passado, em Campina Grande. Desses, o maior número de denúncias é de negligência, com 531 registros, seguido de 528 casos de violência psicológica e 143 de violência sexual. O trabalho infantil teve 33 denúncias em Campina Grande.

A campanha foi lançada dia 20 de maio pelo Governo do Estado e estamos visitando as cidades com os maiores índices de violência contra criança e adolescente. Além de realizar audiências públicas, também estamos firmando parcerias com o trade turístico, sindicato dos taxistas e realizando palestras em escolas, panfletagem e adesivagem que alertam a população sobre a necessidade da denúncia”, disse.

Participação – O evento contou com a presidente da Fundação de Desenvolvimento da Criança e do Adolescente “Alice de Almeida” (Fundac), Sandra Marrocos; a coordenadora estadual dos Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas), Madalena Dias; o secretário executivo de Assistência Social do município, Rubens Nascimento, e o representante do Ministério Público, Raulino Maracajá.

Também participaram da audiência as delegadas da infância e juventude de Campina Grande, Nercília Dantas e Ana Alexandrina, além de conselheiros tutelares, profissionais dos Cras e Creas, do Fórum DCA, escolas, justiça, associações, organizações não governamentais e outros.

Agenda – Nesta sexta-feira (12), será realizada em Sapé mais uma audiência pública. Na última semana de julho será a vez dos municípios de Sousa e Princesa Isabel. Até o mês de agosto serão percorridos 15 municípios paraibanos que tiveram os maiores índices de violência infantil, onde acontecerão audiências públicas.

No dia 18 de julho, em João Pessoa, está marcada uma grande mobilização no Ponto de Cem Réis para celebrar os 23 anos do Estatuto da Criança e Adolescente (ECA), com a participação de toda a Rede de Proteção a Criança e Adolescente. Durante todo o dia, haverá atividades educativas, lúdicas e palestras sobre direitos das crianças e adolescentes.