Fale Conosco

11 de abril de 2018

Campanha do Hospital de Trauma contribui para redução do número de vítimas de queimaduras



ses trauma tratamento de queimaduras 2 270x191 - Campanha do Hospital de Trauma contribui para redução do número de vítimas de queimadurasA campanha de prevenção de queimaduras ‘Marcas que ficam para sempre’, realizada anualmente pelo Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, vem contribuindo para a redução do número de vítimas de acidentes desse tipo. Isso é constatado nos dados de registro da Unidade de Tratamento de Queimados (UTQ), que é referência no atendimento a vítimas de queimaduras em toda a Paraíba e Estados circunvizinhos. Nos três primeiros meses de 2018, a unidade registrou 300 casos, já no ano de 2017, 1.131 pessoas foram atendidas. Com relação a 2016, quando foram registradas 1.166 entradas, houve uma redução de 4%.

De acordo com o setor de Estatística da instituição, a maioria desses pacientes é adulto com 582 casos, o que corresponde a 51% deste tipo de ocorrência, seguido de crianças com 279 registros. Os bairros com maior incidência de queimadura foram Mangabeira, Valentina, Mandacaru, Bessa e Cristo. Além disto, o sexo feminino representa 53% das vítimas.

Dos 1.131 atendimentos em 2017, 635 foram por conta de líquido em alta temperatura, os demais casos (299) foram por contato com objeto de alta temperatura, eletricidade, fogo, fogos de artifício, insolação e produtos químicos. Segundo o coordenador da Unidade de Tratamento de Queimados (UTQ), Saulo Montenegro, casos envolvendo líquido em alta temperatura tiveram uma redução de 3% nos últimos 10 anos. “A redução desses números na Paraíba é atribuída à campanha de prevenção de queimaduras ‘Marcas que ficam para sempre’, que ocorre há 16 anos consecutivos”, comemorou.

De acordo com Saulo Montenegro, a UTQ conta com tecnologia de ponta que são usados nos grandes centros do país para os serviços de cirurgia plástica e queimadura no tratamento de pacientes politraumatizados e queimados. “A unidade hospitalar dispõe de curativos especiais à base de Prata Micronizada, que tanto serve para paciente queimado como para paciente de trauma grave. E daqui a 40 dias será implantada uma nova tecnologia, que é o uso de Matriz Dérmica – uma tecnologia de ponta que serve para reconstrução de diversas áreas do corpo acometidos por traumas complexos”, salientou.

Saulo Montenegro relata que está em andamento o processo de implantação do Banco de Pele do Hospital de Trauma. “O Banco de Pele será de grande utilidade para pacientes com grandes queimaduras, a exemplo do que já existe nos principais hospitais do Brasil, porque é uma estrutura padronizada pelo Ministério da Saúde”, observou.ses trauma tratamento de queimaduras 1 270x191 - Campanha do Hospital de Trauma contribui para redução do número de vítimas de queimaduras

Quem utiliza os serviços da unidade é a paciente Liliane Rodrigues, de 43 anos, que faz curativos na unidade de saúde para reconstituir a pele, após ser vítima de uma explosão em um restaurante. “Tomei um grande susto quando tudo aconteceu, mas só quero agradecer aos profissionais que cuidaram de mim durante a minha internação e que continuam cuidando ainda hoje do meu tratamento”, comentou.

UTQ - É uma unidade de alta complexidade credenciada pelo Ministério da Saúde, sendo referência em todo o Estado. Trabalha tanto a parte de cirurgia plástica quanto queimadura e atende adultos e crianças.  O serviço conta com dois cirurgiões plásticos de plantão 24h presencial, sendo o único hospital da Paraíba com essa qualidade de serviço.  Presta os mais diversos atendimentos, desde amputação de orelha, perda de substâncias grave, até grandes queimaduras. Atualmente compõem o quadro 13 cirurgiões plásticos, além de um serviço multidisciplinar com fisioterapeuta, psicólogos, técnicos, enfermeiros, anestesistas e nutricionistas.