João Pessoa
Feed de Notícias

Campanha de Proteção Integral à Criança e ao Adolescente distribui material educativo

sexta-feira, 9 de agosto de 2013 - 18:19 - Fotos: 

A Campanha de Proteção Integral à Criança e ao Adolescente “Não finja que não viu”, coordenada pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano (Sedh), entregou, na manhã desta sexta-feira (9), material educativo e panfletos à associação dos motoristas, sindicato dos taxistas e à Associação Brasileira de Bares e Restaurantes da Paraíba (Abrasel).

A secretária de estado de Desenvolvimento Humano (Sedh), Aparecida Ramos de Meneses, destacou que a Campanha, lançada em maio deste ano, tem percorrido os municípios paraibanos com audiências públicas sobre o enfrentamento à violação de direitos de crianças e adolescentes, além de realizar panfletagens, seminários e adesivagens em todo o Estado.

Essa parceria com os motoristas de transporte de carga, com os taxistas e com a Abrasel é de extrema importância para coibirmos, principalmente, a violência sexual infantil. Cada veículo adesivado trafegando nas estradas vai levar a marca da campanha e com isso alerta a população. O motorista que adesivar seu caminhão, com certeza, terá a consciência de denunciar casos de violência. E assim estaremos todos contribuindo para diminuir os índices de exploração e abuso contra criança e adolescente”, disse.

O presidente da Abrasel, Marcos Fernando Mozzini, ressaltou a importância da Campanha junto aos bares e restaurantes e sugeriu que as pessoas fossem incentivadas a fazer a denúncia por meio de fotos. “Seria interessante também que toda a sociedade pudesse fazer sua denúncia de qualquer tipo de violência contra criança e adolescente por meio de fotografia, que pode ser registrada até de um celular. Seria uma espécie de fiscalização cidadã”, comentou.

O representante do Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas da Paraíba, Jonathan Oliveira, disse que a categoria será aliada da Campanha. “O nosso setor com certeza apoia a campanha. O motorista é uma forte arma de denúncia contra a prostituição infantil nas estradas, porque ele sabe onde acontece este tipo de crime”, afirmou.

Também participaram da reunião, o presidente do Sindicato dos Taxistas, Antônio Henrique, que reafirmou o empenho da categoria em adesivar a frota de táxi no Estado, além de representantes do Sindicato dos motoristas e trabalhadores em transportes rodoviários de passageiros e cargas da Paraíba, do Tele Táxi e a Cooperativa dos Taxistas da Paraíba.

Audiência Pública – Também nesta semana, a Campanha participou na quarta-feira (7) de audiência pública sobre o enfrentamento à violência contra criança e adolescente, na Câmara Municipal de Guarabira. Na ocasião, foram debatidas com a população e o Sistema de Garantia de Direitos as piores formas de violência infantil.

As audiências públicas já foram realizadas nos municípios de João Pessoa, Campina Grande, Santa Rita, Bayeux, Sapé, Boa Ventura, Patos, Areia, Remígio, Sousa e Princesa Isabel. Outras duas estão marcadas para acontecer ainda neste mês nos municípios de Nazarezinho e Mamanguape. Ao todo, serão percorridas 15 cidades paraibanas na tentativa de coibir a violência infantil.

Durante as audiências, a equipe da Sedh também alerta a população para denunciar os casos junto aos Conselhos Tutelares, Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas), agentes de saúde, disque 100, entre outros.