João Pessoa
Feed de Notícias

Campanha de Proteção à Criança e ao Adolescente participa de Seminário em Sousa

terça-feira, 23 de julho de 2013 - 12:15 - Fotos: 

A campanha de Proteção Integral à Criança e ao Adolescente “Não finja que não viu”, coordenada pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano (Sedh), participa nesta terça-feira (23) de Seminário sobre o Plano Estadual de Promoção, Proteção e Defesa do Direito de Criança e Adolescente à convivência familiar e comunitária.

O evento, realizado pela Sedh, acontece no Centro de Treinamento de Sousa para representantes de cerca de 50 municípios que compõem a região. O objetivo do seminário é apresentar o Plano Estadual para que os participantes possam contribuir com opiniões, visando uma construção coletiva.

A coordenadora dos Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas) da Sedh, Madalena Dias, que participou da elaboração do Plano, disse que ele propiciará a ampliação, articulação e integração das diversas políticas públicas que contribuem para a promoção, proteção e defesa do direito de crianças e adolescentes à convivência familiar e comunitária.

O Plano também dará ênfase ao fortalecimento ou resgate de vínculos de crianças/adolescentes com a família de origem. Ele visa proporcionar a manutenção da criança e do adolescente em seu contexto familiar e comunitário de origem”, explicou.

O Plano objetiva ainda qualificar o atendimento nas instituições de abrigo, visando adequação ao Estatuto da Criança e do Adolescente.

Agenda – Nesta quarta-feira (24), também em Sousa, haverá Audiência Pública sobre o enfrentamento à violação de direitos da criança e adolescente na Igreja dos Mormos. De acordo com dados do Disque 100 do ano passado, Sousa teve 99 casos de denúncias de violência infantil. Na quinta-feira (25), a Audiência Pública será realizada em Princesa Isabel, que teve 47 casos de denúncias.

Também haverá seminário sobre o Trabalho Infantil quarta e quinta-feira (23 e 24) no Colégio Diocesano Dom João da Mata, em Itaporanga. Na ocasião, será abordada a temática do trabalho infantil e haverá consulta pública sobre o Plano Estadual de Enfrentamento ao Trabalho Infantil e Proteção ao Trabalhador Adolescente. Estão sendo esperadas 250 pessoas de 49 municípios da região.