Fale Conosco

10 de dezembro de 2012

Campanha chama atenção sobre violência contra a mulher em Queimadas



O município de Queimadas, no Agreste paraibano, recebe na manhã desta terça-feira (11) as ações da campanha “Violência contra a mulher. Denuncie. Você não está sozinha”, do Governo do Estado da Paraíba. A atividade é promovida pela Secretaria de Estado da Mulher e da Diversidade Humana (Semdh) em parceria com o Sistema Paraíba de Comunicação (TVs Cabo Branco e Paraíba, Jornal da Paraíba, e rádios FM/AM) e acontece das 8h às 12h.

As tendas, com distribuição de materiais informativos sobre os serviços da rede de atenção às mulheres em situação de violência, vão estar montadas ao lado da igreja Matriz. O público vai ter acesso às informações sobre a Casa Abrigo, Centros de Referência da Mulher, Delegacias Especializadas da Mulher (Deams), Centros de Referências Especializados da Assistência Social (Creas), Promotoria e Defensoria Pública, entre outros serviços.

Esta é a última fase da campanha que, durante 19 dias, discutiu a questão da violência contra a mulher. “Essa última ação, em Queimadas, tem o objetivo de alertar a população local da gravidade do quadro da violência, principalmente as relacionadas a estupros”, informou a secretária executiva de Estado da Mulher e da Diversidade Humana, Gilberta Soares.

O Governo do Estado também vem trabalhando para aumentar os serviços de atendimento às mulheres e intensificando capacitações dos profissionais que lidam com a violência de gênero. “É integrando sociedade e Governo que poderemos diminuir esses índices. O Estado tem se preocupado em envolver os municípios e a sociedade para o fim da violência contra a mulher”, comentou a secretária.

A secretária do Trabalho e da Ação Social, de Queimadas, Angélica Figueiredo, disse que no local também haverá uma caminhada contra a violência. “As comunidades juntamente com os familiares das vítimas do estupro coletivo, ocorrido no início deste ano, estarão integrando a ação e fazendo uma grande caminhada pela paz na região”, informou.

Angélica informou ainda que no município existe o Centro de Referência Especializado da Assistência Social (Creas), que é capacitado para o atendimento às mulheres em situação de violência. “O Creas é uma referência na região para os casos de violência contra a mulher. Aqui, a população dispõe de profissionais capacitados para ouvir as vítimas e encaminhá-las para outros serviços”.

Comitê Multiinstitucional – Com os acontecimentos de casos de estupros no município de Queimadas e região, foi criado por organizações locais o Comitê Multiinstitucional de Solidariedade, para acompanhamento dos casos e fortalecimento do enfrentamento à violência contra a mulher na localidade.

Tenda de Serviços – As ações das tendas de serviços serão realizadas em parceria com as Secretarias de Estado da Saúde, Maternidade Frei Damião, Casa Civil, Segurança Pública, Delegacias Especializadas da Mulher, Polícias Militar e Civil, Defensoria Pública e Movimento de Mulheres.