João Pessoa
Feed de Notícias

Câmaras apresentam a Maranhão os projetos ‘Liquida Campina’ e ‘Liquida João Pessoa 2010’

terça-feira, 4 de maio de 2010 - 16:37 - Fotos: 

O governador José Maranhão garantiu que o Governo do Estado, a exemplo do ano passado, dará total apoio às campanhas ‘Liquida Campina’ e ‘Liquida João Pessoa’, que serão promovidas em datas distintas no segundo semestre deste ano. As campanhas são realizadas respectivamente pelas Câmaras de Dirigentes Lojistas (CDLs) de Campina Grande e de João Pessoa e a colaboração do Governo se dá através da mídia nos veículos de comunicação em todo o Estado.

A idéia das entidades de empresários lojistas é estimular os consumidores a fazer compras com descontos atrativos nos preços dos produtos. As CDLs, como incentivo aos clientes, disponibilizam vários prêmios a exemplo de veículos, motos, notebooks e televisores LCD.

No final da manhã desta terça-feira (4), o governador José Maranhão recebeu em audiência na Granja Santana, em João Pessoa, os presidentes das câmaras de Dirigentes Lojistas de João Pessoa, Jurandir Guedes de Vasconcelos, e de Campina Grande, Hilton Carneiro Motta Filho, que apresentaram os projetos das respectivas campanhas.

Jurandir Guedes, da CDL João Pessoa, revelou que o governador foi bastante receptivo ao projeto da ‘Liquida João Pessoa 2010’, “que vai aquecer o comércio da cidade e gerar mais empregos, o que é importante tanto para os comerciantes quanto para o Governo que vai arrecadar mais ICMS. E os consumidores também são beneficiados com as promoções nos preços e concorrem ao sorteio de valiosos prêmios. Para concorrer aos prêmios, os consumidores devem pedir sempre a nota fiscal durante as compras”, orientou.

Hilton Carneiro Motta Filho, da CDL Campina Grande, afirmou que o chefe do Executivo estadual “se sensibilizou com o projeto e assegurou a mídia da campanha. A cidade realiza a campanha há oito anos e é a pioneira no Estado neste projeto”, acrescentou.

Simples Estadual – O Governo do Estado vai aumentar o teto limite de faturamento das empresas para adesão de micro e pequenas empresas ao Simples Estadual. O novo teto é uma orientação da própria Secretaria da Receita do Estado e passará de R$ 1,2 milhão/ano para R$ 1,8 milhão/ano.

No encontro com os dirigentes das CDLs, Maranhão garantiu que vai enviar a proposta à Assembléia Legislativa ainda este mês e lembrou a importância do enquadramento de mais empresas no sistema simplificado de tributação. “Isto é uma notícia extremamente importante para o pequeno e micro empresários paraibanos”, comemorou Hilton Motta. Ele adiantou que o governador vai agendar uma data para assinar o ato durante encontro com a classe empresarial em Campina Grande.

Josélio Carneiro, com fotos de Walter Rafael, da Secom-PB