João Pessoa
Feed de Notícias

Cagepa realiza ações para melhorar abastecimento de água em João Pessoa no verão

quarta-feira, 19 de outubro de 2011 - 12:35 - Fotos:  Waldeir Cabral/Cagepa

Para assegurar a qualidade do abastecimento de água durante o período de verão, que já se aproxima, o Governo do Estado, por meio da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), está intensificando algumas ações para melhorar a oferta de água à população de 25 bairros de João Pessoa.

Segundo o presidente da Companhia, Deusdete Queiroga, nos últimos cinco meses, a empresa investiu cerca de R$ 800 mil na melhoria da rede de abastecimento de água, a fim de evitar um colapso no fornecimento. De acordo com ele, entre as medidas adotadas pela Cagepa, estão a recuperação e reativação de poços, a movimentação (instalação e substituição) de hidrômetros, e o reforço no número das equipes de manutenção para retirada de vazamentos na rede de distribuição.

Translitorânea – Conforme Queiroga, as ações estão sendo adotadas em caráter preventivo, para que a população não sofra os efeitos da falta de água no período de verão – até que as obras da adutora Translitorânea estejam concluídas.

Ele disse que o atual sistema de abastecimento de água da Grande João Pessoa já alcançou a sua capacidade máxima de produção, não tendo mais condição de produzir água tratada, além da que está sendo produzida hoje. “Nossas estações de tratamento já estão saturadas, operando no limite de sua capacidade. Não temos mais como aumentar a oferta”, disse.

Ele acrescentou que, como o sistema de Gramame chegou ao limite, algumas áreas da Capital vêm enfrentando deficiência no abastecimento de água. “Toda esta situação poderia ter sido evitada se os investimentos, assim como a conclusão da adutora Translitorânea, tivessem sido feitos anteriormente. Essa obra teve início em 2008, mas, quando assumimos, em janeiro passado, encontramos os serviços paralisados. Somente no final de junho pudemos retomar as atividades”, disse.

O presidente destacou, no entanto, que, por orientação do governador Ricardo Coutinho, até a conclusão da adutora Translitorânea, prevista para 2012, a ordem é minimizar os transtornos para a população no que se refere à oferta de água, principalmente no período do verão.

 

Recuperação de poços – Seguindo esta orientação, para reforçar o abastecimento, a Cagepa está trabalhando na recuperação e reativação de alguns poços. “Já recuperamos, por exemplo, o poço de Buraquinho. Lá, instalamos um novo conjunto motorbomba que permitiu o aumento da vazão e a oferta de água, de boa qualidade, para moradores dos bairros da Torre, Expedicionários, Tambauzinho, Treze de Maio, Bairro dos Estados, Mandacaru, Ipês, Boa Vista, Pedro Gondim, Jaguaribe e também da Comunidade São Rafael, no Castelo Branco”, especificou Queiroga.

Ele acrescentou que a Cagepa também já está recuperando poços que atenderão, até o próximo mês de dezembro, os bairros do Castelo Branco, Cristo, Rangel, Jardim Itabaiana, Vale das Palmeiras, Homero Leal, Boa Esperança, Centro, Ilha do Bispo, Cordão Encarnado, Baixo Roger e Varadouro.

“Para evitar a falta d’água nesse período de verão é importante ressaltar que estamos fazendo a nossa parte. No entanto, esperamos também contar com o apoio da população, no sentido de evitar o desperdício e utilizar a água de forma racional”, destacou Queiroga.

Segundo o presidente, desde janeiro, além da recuperação dos poços, a Cagepa também já investiu no desenvolvimento de estudos que permitiram melhorias na operação do sistema. “Executamos também manutenções preventivas e corretivas, de conjuntos motorbombas, das estações elevatórias de água do sistema de abastecimento da Grande João Pessoa”, lembrou.

Retirada de vazamentos – De acordo com o diretor de Operação e Manutenção da Cagepa, Marco Túllio Zírpoli, outra medida adotada pela Companhia, para diminuir perdas na rede de distribuição de água, foi o aumento do número de equipes para conserto de vazamentos. Segundo ele, hoje, a Companhia já consegue atender, em até 24 horas, as solicitações de reparo de vazamentos na rede.

“Para isso, basta também que o usuário informe a ocorrência do vazamento, por meio do 115”, acrescenta o diretor, lembrando que a ligação é gratuita e pode ser feita de qualquer lugar do Estado, em qualquer horário do dia.

Aquisição de hidrômetros – Ainda dentro da política de controle de desperdício de água, segundo Queiroga, a Companhia adquiriu recentemente cerca de 60 mil novos hidrômetros para auxiliar no controle das perdas. “Um investimento de aproximadamente R$ 3,4 milhões”, disse ele.

Segundo o presidente, a Cagepa já recebeu 33 mil equipamentos e movimentou cerca de 25 mil. “Compraremos também mais 85 mil hidrômetros, por meio de pregão presencial, programado para acontecer no dia 28 deste mês”, destacou.

De acordo com Netovitch Maia, diretor Comercial da Companhia, a meta é, dentro da política de melhorias adotada pela atual gestão, eliminar o déficit de hidrômetros e, atendendo orientação do governador Ricardo Coutinho, atingir a distribuição de água de forma satisfatória e equilibrada para toda a população. “A intenção é, até o final de 2014, termos 400 mil hidrômetros, entre instalados e substituídos”, estimou.