João Pessoa
Feed de Notícias

Cagepa identifica ligações clandestinas em propriedades rurais e restaurante no Brejo

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013 - 18:23 - Fotos: 

A Gerência Regional da Cagepa no Brejo identificou cinco ligações clandestinas na adutora de água bruta da barragem de Canafístula II, no trecho entre os municípios de Pirpirituba e Sertãozinho. A fiscalização teve início nesta quinta-feira (21), após o órgão receber denúncias de que a adutora havia sido violada em vários pontos para abastecer residências e propriedades rurais para dar de beber ao gado e até irrigar plantações.

Equipes do setor de Operação e Manutenção da empresa fizeram uma busca na adutora, acompanhados de uma viatura da Polícia Militar e de um advogado. Somente na quinta-feira (21) as equipes localizaram cinco ligações clandestinas. No Sítio Nica, zona rural de Pirpirituba, uma única ligação abastecia três residências. O proprietário de uma das residências admitiu a prática criminosa, mas disse que precisava da água para sobrevivência da família. Também foi encontrada ligação clandestina que abastecia um restaurante.

Todas as ligações foram interrompidas e, de acordo com a gerente da Cagepa, Eulina Dantas Bezerra, o próximo passo será apresentar uma queixa na Delegacia contra os responsáveis, para que seja aberto um inquérito e eles respondam pelos seus atos. “A Cagepa não admite esse tipo de prática e vamos utilizar o que for necessário para coibir”, afirmou, adiantando que, desde 1940, com a sanção da Lei nº 2848, furtar água é crime previsto no Código Penal Brasileiro.