João Pessoa
Feed de Notícias

Cagepa conclui até o final de maio análise de saneamento de cidades

sexta-feira, 30 de abril de 2010 - 18:06 - Fotos: 
Até o próximo dia 30 de maio, 18 municípios do Cariri paraibano, que receberão as águas da Transposição do Rio São Francisco, estarão com seus projetos básicos de obras de esgotamento sanitário concluídos. A informação foi repassada na quinta-feira (29) pela Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa), órgão do Governo do Estado responsável pelo acompanhamento e análise dos projetos.

De acordo com o diretor de Expansão da Companhia, engenheiro Alberto Gomes Batista, a elaboração e análise técnica dos 18 projetos encontram-se na fase final, restando apenas 10% para conclusão. Segundo ele, em termos práticos isto significa dizer que considerando o prazo, tão logo forem concluídos, os projetos estarão aptos para inclusão já na segunda versão do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC II) do Governo Federal. O valor investido na elaboração das propostas, através da Funasa e Governo do Estado, é de aproximadamente R$ 8,6 milhões.

Cidades beneficiadas
– As obras de esgotamento sanitário previstas nas 18 localidades inicialmente contempladas são pré-requisitos para a eficiência da transposição, conforme informou Alberto Gomes. Para ele, é preciso assegurar que os esgotos domésticos não tenham como destino final as águas do São Francisco.

“Por determinação do governador José Maranhão, estamos trabalhando para dar celeridade à análise e garantir a qualidade dos projetos que serão implementados”, afirmou. O diretor de Expansão da Cagepa disse ainda que a previsão é para que as obras de esgotamento sanitário nos 18 municípios sejam executadas pela Cagepa, órgão conhecedor e gerenciador das redes de esgotos e abastecimento de água no Estado.

As 18 cidades beneficiadas com os projetos serão Barra de São Miguel, Boqueirão, Cabaceiras, Camalaú, Caraúbas, Congo, Coxixola, Gurjão, Livramento, Monteiro, Parari, São Domingos do Cariri, São João do Cariri, São José dos Cordeiros, Santo André, Serra Branca, Sumé e Taperoá, que compreendem o eixo Leste da Transposição.

As obras – Segundo os projetos técnicos que estão sendo elaborados pela Arco Projetos Construções e acompanhados pela Cagepa, as obras de esgotamento sanitário nos 18 municípios implicarão na construção de estações elevatórias de tratamento, emissários, rede e ligações domiciliares.

Os projetos básicos incluem diagnóstico, topografia, geotecnia, dimensionamento e projeto executivo, que envolve as partes elétrica, estrutural e de automação. A previsão é para que as obras de esgotos sejam iniciadas tão logo estejam liberados os recursos do PAC II.

Além desses 18 projetos de esgotos, outros 10 estão em andamento para conclusão no próximo mês de junho. Também se encontram em fase de análise 51 projetos de abastecimento de água. “Esses 79 projetos irão beneficiar diretamente 51 cidades, significando dizer que conforme orientação do governador de tornar a Paraíba totalmente saneada, muito em breve teremos mais obras no Estado”, destacou Alberto Gomes, acrescentando que o índice de análise dos projetos de saneamento básico saiu de iniciais 5% para os atuais 75%.

Jô Carvalho, da Assessoria de Comunicação da Cagepa