João Pessoa
Feed de Notícias

Cadetes do Corpo de Bombeiros têm aula prática de sobrevivência no mar

quinta-feira, 22 de outubro de 2015 - 12:03 - Fotos:  Secom-PB

Por um período de 24 horas, cadetes do Curso de Formação de Oficiais BM (CFO-BM) do Corpo de Bombeiros Militar da Paraíba (CBMPB) participam de uma instrução prática de sobrevivência no mar. A atividade tem o objetivo de simular uma situação de náufrago, preparando os alunos para os procedimentos a serem adotados em caso de uma ocorrência real.

Conforme o comandante da Academia de Bombeiro Militar, Aristarco Pessoa (Abmap), major Arthur Vieira, os 14 cadetes, após uma avaliação médica, foram conduzidos do Centro de Educação em Mangabeira pela aeronave Acauã, da Secretaria de Segurança e da Defesa Social, até o local da instrução. Ela acontece em frente ao Batalhão de Busca e Salvamento do CBMPB, na praia do Cabo Branco, na Capital, desde a manhã desta quinta-feira (22).

Segundo o oficial, nesse período os alunos ficam a bordo de um bote inflável, com algumas restrições. “O treinamento terá um período de 24 horas, contando com o apoio de 12 instrutores e monitores, dentre oficiais e praças bombeiros militares, médicos, enfermeiros, viaturas de emergência, embarcações e aeronaves para dar suporte e segurança à instrução. Tudo será feito seguindo os padrões internacionais deste tipo de exercício”, informou.

Durante a simulação, os monitores orientam os alunos sobre sobrevivência no mar, controle de hipotermia, sinalização de emergência, captação de água potável, controle de pânico, comunicação sonora e luminosa, deslocamento em grupo e uso de meios de fortuna. “É simulada uma situação de estresse, na qual é aprimorado o espírito de grupo, levando os futuros oficiais a condições extremas e colocando em prática os ensinamentos adquiridos durante sua permanência no Curso de Formação de Oficiais”, completou o major Vieira, que é especialista em salvamento aquático.

CFO – O Curso de Formação de Oficiais tem duração de três anos, em caráter integral, sendo classificado como de nível superior. Ao final, os cadetes são formados como Engenheiros de Segurança Contra Incêndio e Pânico, estando aptos para a promoção a aspirante a oficial dentro da carreira militar.