João Pessoa
Feed de Notícias

Buega Gadelha acredita que a Paraíba está vivendo um bom momento na economia

sábado, 26 de setembro de 2009 - 19:26 - Fotos: 
O presidente da Federação das Indústrias da Paraíba (Fiep), Francisco ‘Buega’ Gadelha, afirmou nesta sexta-feira (25.09) que a atual gestão estadual está permitindo às empresas reconquistarem benefícios perdidos. “O Fain (Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Industrial da Paraíba) voltou a funcionar normalmente prestigiando as empresas que estavam sendo, de certa forma, excluídas, perdendo os seus direitos aos incentivos fiscais do Estado”, ressaltou o industrial.

Buega Gadelha acredita que a Paraíba está vivendo um bom momento na economia. “Digo bom momento, porque estamos assistindo a uma reestruturação de todos os problemas que nós atravessamos. Sinto que os industriais estão com as vendas aumentadas”, disse ele, informando ainda que algumas empresas, desde o dia 10 deste mês, estão com a produção vendida até o dia 30. “Isso faz com que acreditemos que a crise é uma página virada na nossa história”, afirmou.

Ele disse ainda que existe uma expectativa grande com relação às obras estruturantes anunciadas pelo governador José Maranhão (PMDB) e que estão em andamento. Ele citou como exemplo a construção do Centro de Convenções em João Pessoa – a ordem de serviço será assinada na próxima segunda-feira (28.09). “Nós já estamos assistindo a um levantamento do turismo, sobretudo na capital. Esse turismo está realmente sendo recuperado com novos resorts sendo instalados”. Ele acredita que o Centro de Convenções vai modificar o panorama turístico da cidade e do Estado.

O industrial citou ainda as Várzeas de Sousa que, afirmou ele, estariam tomando um novo rumo e se reorganizando para funcionar, em definitivo, através das ações que vêm sendo postas em prática pelo governo Maranhão.

“Estamos muito felizes com esses primeiros passos das ações governamentais”, ressaltou Buega Gadelha. Para ele, o governador Maranhão acertou quando utilizou a base de auxiliares de governos anteriores. “Isso fez com que o governo não sofresse descontinuidade e a retomada está sendo rápida. Fico muito feliz com esses primeiros movimentos que estamos assistindo no Estado”, concluiu.

  Sony Lacerda, da Secom