João Pessoa
Feed de Notícias

BPTran inaugura “Auditório Cabo Antônio Augusto da Silva – O Apito de Ouro”

terça-feira, 31 de maio de 2016 - 17:18 - Fotos: 

O Batalhão de Policiamento de Trânsito Urbano e Rodoviário – BPTran inaugurou, na manhã desta terça feira (31), o auditório de sua unidade, que recebeu o nome do cabo Antônio Augusto da Silva, conhecido como Apito de Ouro.

A nova instalação física, idealizada pelo coronel Almeida Martins – comandante do BPTran, será utilizada na realização de reuniões e instruções visando a capacitação do efetivo da unidade.

“Este momento de inauguração é muito simples, mas se reveste de muito significado. Além da estrutura física, o que vejo aqui é um local destinado ao planejamento, aos estudos e instruções de trânsito, visando sempre uma melhor capacitação de nossos militares e um melhor atendimento aos cidadãos paraibanos”, frisou o coronel Almeida.

A solenidade contou com a presença do comandante geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, de representantes do Departamento de Estradas e Rodagens do Estado da Paraíba – DER-PB, do Departamento Estadual de Trânsito – Detran-PB, da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de João Pessoa – Semob, do Conselho Estadual de Trânsito – Cetran-PB, da Prefeitura de Santa Rita, do Moto Club Rota do Sol e ainda com a ilustre presença do homenageado do dia, cabo Augusto Silva, Apito de Ouro, como gosta de ser chamado.

Na ocasião do descerramento da placa, o cabo Augusto, de 82 anos, trouxe aos presentes uma verdadeira lição de vida e amor pelo que faz. Com palavras recheadas de boas memórias e uma história de força e perseverança o Apito de Ouro demonstrou toda sua gratidão pela homenagem recebida.

Conforme fora eternizado em uma crônica de autoria de Carlos Pereira, Superintendente do DER, lida no evento, o Apito de ouro tornou-se uma figura notória em sua época: “O seu jeito de trabalhar, desenvolto e de fácil comunicação com motoristas e pedestres o fez de repente conhecido, admirado e respeitado. Poderia dizer, sem medo de errar que, “apito de ouro” – este era seu apelido, quase se transformou em atração turística: os visitantes de João Pessoa que cruzavam o seu caminho, em serviço, paravam (a pé ou de carro) para se deliciarem com os gestos daquele inspetor de trânsito que, durante alguns anos, foi um dos tipos mais festejados da província.”.

O coronel Euller destacou a iniciativa do BPTran em homenagear tão ilustre figura e salientou a importância de mais uma ambiência que visa a disseminação de conhecimentos e também uma maior preocupação em proporcionar aos policiais militares um ambiente de trabalho confortável e salutar.

Após o descerramento da placa, foi feita a entrega de apitos, similares aos utilizados pelo Apito de Ouro, e de talonários eletrônicos aos policiais da unidade, sendo, por fim, servido, a todos os presentes, um farto café da manhã.