Fale Conosco

6 de maio de 2014

Batata inglesa impulsiona preço da cesta básica em João Pessoa



O preço da cesta básica da cidade de João Pessoa teve um acréscimo de 4,27% no mês de abril, ficando o acumulado no ano em 8,48% e nos últimos doze meses de 0,28%. Com isso, o custo total da cesta foi de R$ 285,26, representando aproximadamente 39,40% do salário mínimo. Segundo a pesquisa do Instituto de Desenvolvimento Municipal e Estadual (Ideme), a alta foi impulsionada, principalmente, pela batata inglesa, que apresentou um aumento de 50,94%, em relação ao mês de março.

O quilo da batata inglesa chegou a ser comercializado nas feiras livres e nos principais supermercados da capital paraibana com o preço máximo em torno de R$ 6, no mês de março; e de R$ 8, em abril. De acordo com o Ideme, o produto vem apresentando aumentos significativos desde o mês de janeiro, acumulando um percentual positivo de 79,17% nos últimos quatro meses.

Além da batata inglesa, outros produtos também contribuíram para a elevação do custo da cesta básica em João Pessoa. No caso dos legumes, que abrange, além da batata, abóbora, beterraba, cenoura e tomate o percentual positivo foi de 17,54% no mês de abril/14. Já nas frutas (banana e laranja), a alta foi de 9,90%; no óleo de soja foi de 7,10%; nas carnes de 4,78%; na farinha de mandioca de 2,22%, entre outros. Nos produtos que apresentaram quedas, destacam-se o feijão (6,99%), as raízes: inhame, batata-doce e macaxeira (0,54%) e margarina (0,52%). Enquanto que os preços do arroz se mantiveram estáveis.

A ração essencial mínima ou cesta básica adotada pelo Ideme para os estudos em João Pessoa é definida pelo Decreto-Lei nº. 399, de 30.04.1938, que estabelece treze produtos alimentares básicos (arroz, feijão, carnes, farinha de mandioca, café, pão, leite, açúcar, margarina, óleo de soja, legumes, frutas e raízes) e suas respectivas quantidades para garantir a alimentação individual. Mais informações podem ser acessadas no site do instituto: www.ideme.pb.gov.br.