João Pessoa
Feed de Notícias

Barbosa: “A Paraíba teve a melhor apresentação dos projetos do PAC, em Brasília”

quinta-feira, 26 de maio de 2011 - 12:26 - Fotos:  Arquivo-HB

 

O secretário executivo de obras do PAC, Ricardo Barbosa disse que a proposta da Paraíba em fase de avaliação pelo Ministério das Cidades apresentada na Secretaria Nacional de Transporte e da mobilidade Urbana, obteve a melhor conceituação nos propósitos referentes às prioridades do sistema de infraestutura para a melhoria do sistema de transporte público coletivo do Estado. Segundo Ricardo, as declarações foram dadas pelos próprios técnicos de Brasília.

Para Ricardo, a sinalização é muito positiva o que deixa o governo da Paraíba animado, uma vez que, será difícil a contratação dos recursos porque o governo federal só dispõe de R$ 18 bilhões e têm R$ 41 bilhões solicitados pelos outros Estados.

O secretário explicou que esses recursos ainda não estão assegurados e não se trata do PAC II.  Esse é um PAC novo e específico chamado de PAC Mobilidades das Grandes Cidades, que tem recursos da ordem de R$ 18 bilhões destinados para os 24 municípios pré-selecionados para apresentação das propostas. Esses 24 municípios geraram proposta da ordem de R$ 41 bilhões, destes R$ 23 bilhões não serão contemplados porque 2/3 das propostas ficarão de fora.

O valor da proposta solicitada pela Paraíba é de R$ 128 milhões, sendo que 60% destes recursos estão sendo solicitados a fundo perdidos através do Orçamento Geral da União e os 40% com recursos financiados, ou seja, o governo contratará empréstimo e ainda arcará com recursos do Tesouro do Estado a contrapartida de R$ 6,4 milhões.

“È um vestibular difícil que não podemos comemorar de vésperas, mas estamos muito otimistas porque recebemos do Ministério das Cidades a informação de que a nossa apresentação foi bastante exitosa e a que a da Paraíba tinha tido a melhor performance, e eficiência das vinte quatro apresentações e a nossa foi a última”. Disse.

Conforme ainda o secretário Ricardo Barbosa, dos R$ 18 bilhões previstos para as obras de mobilidade social, R$ 6 milhões serão advindos do Orçamento Geral da União e R$ 12 milhões recursos de financiamentos.

A proposta consorciada do Estado da Paraíba com a Prefeitura de João Pessoa elaborada a quatro mãos sob o comando de Ricardo Barbosa foi baseada na substituição do transporte ferroviário que liga Santa Rita a Cabedelo através da CBTU, no moderníssimo transporte VLT (Veículo Leve sob Trilho).

“Essa proposta envolve a integração com o sistema que está sendo proposto pela Prefeitura de João Pessoa. Portanto, todas as dez estações de passageiros entre Santa Rita a Cabedelo serão reformadas e passarão por um processo de modernização total. Toda a faixa de percurso de 30 km será urbanizada com área de proteção e ciclovias”, ressaltou.

Ainda serão construídos dois viaduto em desnível que passarão por baixo da BR-230 e ainda terminais de integração no bairro do Renascer e em Intermares possibilitando assim a melhoria no sistema de transporte que passar a ser em VLT e BRT. Esse tipo de transporte  cobrirá 89,7% do atendimento aos passageiros que utilizam os ônibus na Grande João Pessoa.

“Praticamente essa proposta da Paraíba universalizará a utilização do serviço de transporte público de massa com excelente qualidade para a quase totalidade dos passageiros que fazem uso do coletivo urbano”, ressaltou.