João Pessoa
Feed de Notícias

Bandas ADZ e Manu Lima&Sensualidade Nagô são atrações do Projeto Soul Oxente da Funesc

quinta-feira, 27 de agosto de 2015 - 10:15 - Fotos: 

As bandas ADZ ­- Abrad´Os Zóio e Manu Lima&Sensualidade Nagô são as atrações do projeto Soul Oxente nesta sexta-feira (28), a partir das 20h, no Teatro de Arena, no Espaço Cultural José Lins do Rego, com entrada gratuita. Os shows são patrocinados pelo Fundo de Incentivo a Cultura – Augusto dos Anjos (FIC), em parceria com a Funarte, com apoio da Fundação Espaço Cultural (Funesc), Rádio Tabajara e Escutaí.

Soul Oxente é um projeto de circulação que apresenta uma mistura de ritmos, entre eles soul funk e rock, atrelados à música autoral. Há uma variação de sons que perpassam ainda pelo baião e maracatu, tendo como diferencial o swing e o groove das melodias dançantes com a crítica social nas letras que ressaltam nossa diversidade cultural. Abrad´Os Zóio e Sensualidade Nagô se destacam pela peculiaridade sonora de ritmos inspirados nas raízes paraibanas atreladas à black music.

Segundo Yuri Carvalho, um dos produtores do evento e vocalista da ADZ, “além de promover a formação de novas plateias, a nossa proposta é ampliar o acesso à cultura viabilizando apresentações gratuitas a um maior número de pessoas”, enfatizou. Para Manu Lima, vocalista da Sensualidade Nagô, “criar projetos de acesso, circulação e difusão para a música local é muito importante para o nosso mercado de trabalho”.

Com nova música de trabalho intitulado “Je Suis” (Eu Sou), a Abrad´Os Zóio se firma no cenário paraibano. A banda, composta por Yuri Carvalho (vocal), Pedro Medeiros (direção musical e guitarras), Murilo Albuquerque (contrabaixo), George Glauber (bateria), Lucas Dan (teclados e sanfona) e Pepeu Freire (percussão), vai apresentar influências sonoras desde João do Vale, Chico César a Pedro Osmar e outros artistas paraibanos de expressão nacional.

Formada há dois anos, a Manu Lima&Sensualidade Nagô, grupo musical pessoense no estilo black music brazil, gênero que possui características dos bailes dançantes da década de 1970, é formada por Manu Lima (vocal), Toni Silva (guitarra), Matheus Andrade (baixo), Tuca Andrade (teclados) e Toni Ramalho (bateria). A banda traz um repertório com músicas autorais, além de releituras de compositores paraibanos. Lançou seu primeiro single nas redes sociais intitulado “Cara Cardíaca”, do compositor Adeíldo Vieira, e está em processo de gravação do seu primeiro álbum.