João Pessoa
Feed de Notícias

Banco do Brasil define esquema para o pagamento de dezembro dos servidores estaduais

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009 - 11:25 - Fotos: 

Os salários do mês de dezembro dos servidores estaduais serão liberados nesta terça-feira ( 29). Os funcionários que já receberam o cartão da conta corrente no Banco do Brasil poderão fazer o saque em qualquer terminal de autoatendimento da rede do BB, inclusive nos 20 terminais instalados no Espaço Cultural, em João Pessoa, onde também haverá uma bancada com 30 caixas para atender aos servidores que ainda não possuem o cartão eletrônico.

Em Campina Grande, o pagamento será feito na AABB. No dois locais, terminais estarão disponíveis para saque no horário das 6h às 20h.
 
Segundo o analista do BB, Fábio Cardoso, para os 4 mil servidores que ainda não têm cartão o pagamento será realizado no Espaço Cultural em João Pessoa; na AABB, em Campina Grande, e nas agências nas cidades de Patos, Sousa, Guarabira e Cajazeiras. Esses postos estarão abertos terça-feira (29) e quarta-feira (30) das 08 às 18h. Em todo o Estado, o Banco do Brasil tem 98 agências distribuídas em 75 municípios e uma rede de 304 terminais eletrônicos.

Casas lotéricas ou terminais da Caixa

Nas cidades aonde não existem unidade de atendimento do BB, mas há servidores estaduais, o pagamento pode ser sacado em casas lotéricas ou terminais de autoatendimento da Caixa Econômica Federal com o uso do cartão eletrônico.

De acordo com Fábio Cardoso, para diminuir o número de servidores que ainda não têm cartão, o banco abriu os postos de atendimento do Espaço Cultural  e da AABB nesta segunda-feira (28), das 09h às 15h. Ele também informou que a atual rede de autoatendimento será acrescida de mais 45 máquinas, das quais, 20 são as que estão instaladas no Espaço Cultural e que posteriormente serão remanejadas.

Atendimento domiciliar
 
Pelo número 3044-4500, o Banco do Brasil fará o atendimento domiciliar dos servidores que estão incapazes ou que não podem se deslocar até os postos de atendimento ou agências bancárias. Nestes casos, a solicitação é feita pelo responsável que detém a condição de curador ou procurador do funcionário.

A procuração ou documento de curatela deve ter no máximo dois anos de emissão. Para os que recebem repasses decorrentes de consignações judiciais (pensões alimentícias, por exemplo), a documentação exigida para abertura de conta é a mesma dos demais correntistas: fotocópia dos documentos pessoais (carteira de identifidade, CPF, contracheque), comprovante de residência e cópia da decisão judicial.

Naná Garcez, da Secom-PB