Fale Conosco

3 de fevereiro de 2015

Banco de Leite promove capacitação para profissionais da saúde da Grande João Pessoa



O Banco de Leite Humano Anita Cabral, da Secretaria de Estado da Saúde (SES), iniciou, nesta terça-feira (3), uma capacitação que beneficiará mais de 700 profissionais de saúde da Atenção Básica, da Grande João Pessoa. A ação começou na cidade de Bayeux, no Senai, nos dias 3, 4, 10 e 11 de fevereiro, das 8h às 17h. No período de 3 a 5 de março, será em Cabedelo e nos dias 24, 25 e 31, de março e 1º de abril, em Santa Rita.

“O objetivo é empoderar as equipes com relação aos benefícios do aleitamento, e, dessa forma, incentivar a captação de doadoras e o aumento da coleta de leite para ser distribuído aos bebês prematuros, das UTIs Neonatal”, disse  a diretora do Banco de Leite, Thaise Ribeiro.

Em Bayeux, no primeiro dia (3), a capacitação foi promovida para os profissionais de nível superior; nesta quarta-feira (4), será para o nível médio e nos dias 10 e 11 para os Agentes Comunitários de Saúde (ACS).

A secretária de Saúde do município de Bayeux, Ana Cristina da Costa Gomes, que é enfermeira, informou que o treinamento proporcionará a abertura de um banco de leite na cidade dentro da maternidade. “Temos que estimular e fazer as mães entenderem o quanto o aleitamento é satisfatório, tanto para a parte física, mental e financeiramente”, falou.

A enfermeira Amanda Bezerra de Araújo, que trabalha na Unidade Saúde da Família (USF), do bairro de Tambay, em Bayeux, participou do primeiro dia da capacitação e ficou encantada com o tema. “Vimos aqui desde o momento em que podemos ser um canal entre mães e o banco de leite, até quando devemos trazer isso pro nosso cotidiano, pois, a partir do instante em que aprendemos, seremos multiplicadores da ação dentro da nossa própria casa”, disse.

Amanda falou que ficou tão empolgada com o tema que se mostrou interessada em trabalhar com o assunto. “Tem duas mulheres na área onde trabalho que jogam fora o leite excedente. Com o que aprendi, já vou incentivá-las a fazer a doação e salvar vidas”, exclamou.

Ela e toda equipe aprenderam que, em casos semelhantes a estes, o Banco de Leite deve ser acionado pelo telefone 3215-6047 e uma equipe vai até o local passar todas as orientações e levar os frascos necessários para a doação.

Doação – Para ser doadora basta a mulher estar amamentando, ser saudável e ter produção de leite maior que a necessidade do seu bebê. Para doar é só procurar uma das unidades distribuídas em todo o Estado, através do link: http://static.paraiba.pb.gov.br/2013/09/Rede-Paraibana-de-Bancos-de-Leite.pdf

O Banco de Leite Anita Cabral funciona na Maternidade Frei Damião, em João Pessoa, e se tornou um centro de referência no Nordeste. Fornece suporte técnico para toda rede paraibana de bancos e postos de coleta de leite materno, que beneficia milhares de mães e bebês em toda a Paraíba. Foi inaugurado em 1987 e, desde então, contribui para o fortalecimento e incentivo à prática da amamentação e doação de leite materno.

O leite doado é processado e analisado por um laboratório, certificado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o qual garante a inativação dos protozoários, vírus, fungos e bactérias patogênicas, oferecendo ainda a informação de todas as características físico-químicas, tais como grau de acidez, quantidade de gordura e maturidade do produto. Isso garante que cada receptor atendido receba o leite específico para seu quadro clínico.