João Pessoa
Feed de Notícias

Banco de Leite Humano realiza palestra sobre a importância do aleitamento e doação

quarta-feira, 17 de maio de 2017 - 16:15 - Fotos:  Joelma Medeiros

Diante do quadro de aumento do nascimento de bebês prematuros se faz necessária a intensificação das ações para a adesão de novas doadoras, a fim de que o estoque de leite materno seja mantido em quantidade suficiente, para atender a essa demanda e promover a recuperação na saúde dos bebês prematuros.

Com o objetivo de orientar e conscientizar as gestantes sobre a importância do aleitamento materno e da doação do leite humano, o Banco de Leite Humano Anita Cabral, que compõe a rede estadual de saúde, realizou, na manhã desta quarta-feira (17), uma palestra para funcionárias gestantes da empresa Coteminas.

A ação faz parte de uma série de atividades alusivas à V Semana Estadual de Doação de Leite Materno, que teve início na última segunda-feira (15) e se estende até a sexta-feira (19), com atividades de sensibilização nas maternidades do estado.

A palestra contou com a participação das profissionais do Anita Cabral, a nutricionista Janilda Moraes e a enfermeira Rejane Ciriaco, e abordou por meio de vídeos e de uma roda de conversa os fatores nutricionais presentes no leite, a importância do alimento para o desenvolvimento do bebê, especialmente os prematuros, a importância da doação, além dos cuidados e a higiene na hora de amamentar e coletar o leite para doação.

“Atividades como essa nas empresas são fundamentais não apenas para captar doadoras, mas também para que o máximo de pessoas tenham conhecimento e contato com o nosso serviço, e que possam ser cooperadoras na divulgação e promoção da importância da doação de leite humano”, ressaltou a nutricionista Janilda Moraes, do Banco de Leite Humano Anita Cabral.

A funcionária da Coteminas, Nayana Melo, que espera o primeiro filho e está com seis meses de gravidez foi uma das gestantes que participou do encontro. “Esse momento me proporcionou a conhecer os benefícios do leite materno, além de ser um alimento super importante para salvar a vida dos bebês, que estão internas nos hospitais e por causa dessa orientação que recebi hoje pretendo ser doadora do banco de leite”, afirmou.

Foi com essa mesma determinação que a funcionária Fabiana Cabral, que está com quase nove meses de gravidez expressou: “Os bebês precisam demais do leite materno, que muitas vezes é desperdiçado. Essa conversa me trouxe o desejo de ligar para o banco e me tornar doadora. Estou segura de que todas as mães podem amamentar e também doar, só é necessário ter força de vontade para ajudar”.

Para o gerente de Desenvolvimento Humano da empresa Coteminas, Iran Cosme, esse trabalho de orientação e conscientização é fundamental, pois traz conhecimento e desmistifica alguns tabus. “A mulher se sente mais segura na gestação, o que proporciona condições favoráveis para amamentar e doar. Esse acolhimento e cuidado é fundamental”, defendeu.

Semana Estadual de Doação de Leite Materno: foi instituída pela Lei estadual 9.956, de 11 de janeiro de 2013 e tem como objetivo divulgar a estratégia para doação de leite materno pelos diversos setores da sociedade.

Nesta quinta-feira (18), dando prosseguimento às atividades, às 10h, será ministrada uma palestra para os profissionais de saúde da Maternidade Frei Damião.

De acordo com a programação, durante a semana acontecerão atividades em todo o estado, para a promoção da doação de leite materno, por meio dos seis Bancos de Leite em João Pessoa, Campina Grande, Guarabira, Patos e Cajazeiras e dos 21 Postos de Coleta, entre os quais se destacam os de Pombal, Santa Luzia, Sousa, Mamanguape e Taperoá, que realizarão atividades locais para esse incentivo.

Rede de Serviços e situação do estoque de leite – A rede de bancos de leite da Paraíba conta atualmente com 350 doadoras e coleta mensalmente em média 400 litros de leite, o que dá para atender cerca de 600 receptores. No entanto, é necessário o aumento da coleta, em torno de 200 litros, para atender todos os bebês que requeiram, transitoriamente, um apoio de complemento durante sua internação nas maternidades.

Doações – Para ser doadora é só procurar o banco ou posto de coleta de leite humano mais próximo, estar amamentando o filho, estar saudável e ter excesso de produção de leite. O serviço de Rota Domiciliar irá até a residência da doadora e entregará o Kit Doação (frascos de vidro esterilizado, luvas, gorro e máscara). Além disso, a equipe prestará todas as orientações necessárias para o correto armazenamento e ainda comparece semanalmente ao domicílio da mãe para coletar a doação.

Armazenamento – Se a mãe desejar guardar o leite imediatamente em casa, basta seguir algumas regras: lavar bem as mãos até os cotovelos com água e sabão, prender os cabelos, colocar um lenço sobre a boca (para evitar gotículas de saliva sobre o leite) e o vidro com tampa de plástico seco e já fervido por 15 minutos. Deve-se realizar a extração de leite dentro do vidro e desprezar os primeiros jatos. Após a retirada do leite, colocar o frasco fechado no congelador, no qual deverá ter a validade de 15 dias congelado.

Para a utilização do leite congelado deve-se descongelá-lo em banho maria a 40°C e usá-lo, imediatamente. A conservação do leite já descongelado só deverá ser feita pelas próximas 12 horas em refrigerador.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone do Banco de Leite Humano Anita Cabral: 3215-6047