Fale Conosco

3 de agosto de 2012

Banco de Leite Anita Cabral promove ação social no Presídio Feminino Maria Júlia Maranhão



A Secretaria de Estado da Saúde (SES), por intermédio do Centro Estadual de Referência para Bancos de Leite Humano Anita Cabral, (CERBLHANC), em parceria com a Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap), promoveu, na manhã desta sexta-feira (3), ação social na Penitenciária de Reeducação Feminina Maria Júlia Maranhão, no bairro de Mangabeira, em João Pessoa. A programação fez parte da Semana Mundial de Aleitamento Materno, que se estende até a próxima terça-feira (7).

Durante a ação, as apenadas do Presídio Júlia Maranhão puderam contar com serviços de corte de cabelo e maquiagem por profissionais do Instituto Embeleze, além de lanche especial, sorteio de brindes e receberam orientações a respeito do planejamento familiar e da importância do aleitamento materno.

De acordo com a biomédica do Banco de Leite Anita Cabral, Mariana Figueiredo, o trabalho de aconselhamento às mães apenadas na penitenciária já é realizado desde o início do ano. “O evento de hoje é alusivo à Semana Mundial de Aleitamento Materno, mas desde janeiro uma equipe do Banco de Leite vai uma vez por mês ao presídio ministrar palestras, envolvendo temas como posição para amamentação, pega, técnicas de ordenha para coleta e de incentivo à doação”, informou.

Mariana Figueiredo anunciou que um posto de coleta de leito materno será implantado na Penitenciária de Reeducação Feminina de Maria Júlia Maranhão. “Estamos apenas aguardando a chegada dos equipamentos, como freezer para armazenar as doações, e assim disponibilizar mais este importante serviço na unidade prisional”, adiantou.

Atualmente, 16 apenadas, na condição de mães ou gestantes, são atendidas pelo trabalho social, que, segundo o vice-diretor da penitenciária feminina, Ítalo Macedo, ajuda no resgate da autoestima destas mulheres. “Este tipo de ação é muito importante para a ressocialização das apenadas, que inclusive nos dão sugestões de ações e eventos que procuramos atender na medida do possível”, enfatizou.

Entre as beneficiadas pelo “dia de beleza” está Mayara Kelly, já no sexto mês de gravidez. A apenada não escondeu a sua satisfação em poder cuidar do cabelo e sentir-se mais bonita, mas não deixou de lembrar a importância do aleitamento materno. “Já sou mãe de uma menina de 3 anos e ela mamou até os 2 anos. Sinto que por isso é muito mais resistentes às doenças que um primo meu, por exemplo, que só foi amamentado até os 3 meses e vive doentinho. Meu próximo filho, com certeza seguirá no mesmo caminho, e enquanto ele quiser o peito, eu vou dar de mamar”, disse.