Fale Conosco

20 de janeiro de 2015

Banco de Leite Anita Cabral faz apelo às mães para aumentar estoque



A direção do Banco de Leite Anita Cabral está fazendo um apelo às mães para que façam doação de leite, tendo em vista que neste período de início do ano e de férias escolares o estoque sofre uma redução porque o volume coletado cai em torno de 30%. Isso acontece porque muitas mães viajam e outras não sabem que podem auxiliar na luta pela vida dos bebês.

Segundo a direção do banco de leite, embora o volume coletado sofra um decréscimo, o número de receptores só tende a aumentar, porque todos os dias nascem crianças, independentemente de o período ser ou não de férias. “Durante os meses de férias cai bastante o nosso estoque e isso é muito sério, porque as unidades de terapia neonatais continuam com bebês que precisam desse produto para sobreviver”, observou a diretora do Banco de Leite Anita Cabral, Thaíse Ribeiro.

Ela disse que as campanhas de doação de leite materno acontecem durante todo o ano, mas, nesta época, elas devem ser intensificadas. “É importante ressaltar que, além da possibilidade de queda significativa na coleta de leite, novas doadoras também podem ser captadas neste período. A cada dia nascem mais bebês e, consequentemente, mais mulheres podem se tornar doadoras. Ou seja, essas novas mamães precisam ser sensibilizadas a doar o excedente do seu leite”, alertou a diretora.

Thaíse Ribeiro explicou que, em casos de viagens, as doações podem proceder normalmente. É necessário, apenas, que a doadora ativa entre em contato com o banco de leite mais próximo. “Em todo Brasil, temos mais de 200 bancos de leite. A Paraíba atualmente conta com seis Bancos de Leite Humano e 19 Postos de Coleta. Por isso, mesmo viajando, a mãe pode estar fazendo sua doação”, acrescentou.

A diretora do banco de leite ressaltou também que a tendência mundial de aumento de nascimentos prematuros gira em torno de 7%. Sendo assim, o alerta e a conscientização devem ser constantes. “É imprescindível a sensibilização das pessoas para a doação do excedente da produção láctea das mulheres que amamentam seus filhos. Na Paraíba, são mais de mil bebês atendidos com essas doações por mês. Outros mais poderiam ser atendidos se nossas doações aumentassem”, concluiu.

Doação – Para ser doadora, basta a mulher estar amamentando, ser saudável e ter produção de leite maior que a necessidade do seu bebê. Para doar é só procurar uma das unidades distribuídas em todo o Estado através do link: http://static.paraiba.pb.gov.br/2013/09/Rede-Paraibana-de-Bancos-de-Leite.pdf

O Banco de Leite Anita Cabral funciona na Maternidade Frei Damião, em João Pessoa, e se tornou um centro de referência no Nordeste. Fornece suporte técnico para toda a rede paraibana de bancos e postos de coleta de leite materno, que beneficia milhares de mães e bebês em toda a Paraíba. Foi inaugurado em 1987 e, desde então, contribui para o fortalecimento e incentivo à prática da amamentação e doação de leite materno.

O leite doado é processado e analisado por um laboratório, certificado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o qual garante a inativação dos protozoários, vírus, fungos e bactérias patogênicas, oferecendo ainda a informação de todas as características físico-químicas, tais como grau de acidez, quantidade de gordura e maturidade do produto. Isso garante que cada receptor atendido receba o leite específico para seu quadro clínico.