João Pessoa
Feed de Notícias

Público escolhe vencedores da Mostra de Teatro, Dança e Circo

segunda-feira, 12 de novembro de 2012 - 09:30 - Fotos:  Bruno Vinelli

Os espetáculos “Auto da Compadecida”, do grupo de teatro Circo Sem Pano (João Pessoa, PB) e “Nau Q Cirandô”, da Cia Tap Arretado (Cabedelo, PB) foram os dois premiados na 17ª Mostra Estadual de Teatro, Dança e Circo. Os ganhadores foram anunciados no sábado (10), última noite do evento que teve início na sexta-feira (2), no Teatro Santa Roza. Apenas os espetáculos da Mostra Paralela competiram e os vencedores receberam o prêmio de R$ 2,5 mil cada. A premiação levou em consideração a votação popular em que 100 pessoas da plateia receberam fichas e deram suas notas a cada apresentação.

Com bailarinos do município de Lucena, o grupo Tap Arretado (Cabedelo, PB) subiu ao palco na sexta-feira (9), com uma coreografia que conta a história de quando a Nau avista a terra firme, um cenário marcado pelos cantos e encantos nordestinos. A apresentação mostrou verdadeira festa com dança de coco de roda, ciranda e maracatu, revelando a força da voz e do ritmo no cântico popular do povo pescador, tudo compassado ao som marcante dos pés do grupo de sapateado. A direção e coreografia são de Alessandra Mello.

A peça “Auto da Compadecida” foi apresentada no domingo (4), pelo grupo de teatro Circo Sem Pano, sob direção de Alberto Black. Inspirado em texto de Ariano Suassuna, o espetáculo é um drama do Nordeste do Brasil. Insere elementos da tradição da literatura de cordel, do gênero comédia, apresentando traços do barroco católico brasileiro, misturando cultura popular e tradição religiosa. Apresenta na escrita traços de linguagem oral por demonstrar na fala do personagem sua classe social, como também regionalismos, pelo fato da história se passar no nordeste, onde o autor nasceu.

Após a premiação, a solenidade de encerramento contou com a entrega de troféus aos homenageados do evento. A concepção artística da peça é assinada por Sílvio Sá e a confecção é de Edney Albuquerque. O grupo General Frank entrou no intervalo em substituição à Cia Sírius, que cancelou a apresentação que faria na noite de encerramento da Mostra. Fechando a noite, a banda Sonora Sambagroove fez show no pátio do Bar dos Artistas.

Na edição deste ano da Mostra, quatro importantes nomes da cultura foram homenageados: na dança, Maurício Germano; no circo, Major Palito, de Campina Grande; no teatro a homenagem póstuma foi ao teatrólogo Elpídio Navarro, falecido no dia 17 de julho deste ano. Além desses três nomes, mais um artista recebeu as honrarias do festival – o bailarino e professor José Enoch, homenageado especial do evento.