João Pessoa
Feed de Notícias

Aulas de serigrafia abrem projeto de capacitação profissional para detentos

terça-feira, 16 de agosto de 2011 - 12:08 - Fotos:  Secom-PB

Dezesseis detentos da Penitenciária Máxima de Campina Grande começaram a ter aulas de impressão serigráfica. O curso foi iniciado nesta segunda-feira (15) como fruto de uma parceria firmada entre a Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), Federação das Indústrias da Paraíba (Fiep) e Senai.

A parceria capacitará 5% dos detentos paraibanos para o mercado de trabalho através dos cursos de operador de computador, instalador hidrossanitário, instalador elétrico residencial, confeccionador de bolas de couro, confeiteiro e impressor serigráfico. As aulas serão ministradas nas penitenciárias de Campina Grande, João Pessoa, Cajazeiras, Patos, Santa Rita e Catolé do Rocha.

Para Ivanilda Gentle, gerente de ressocialização da Seap, a parceria com a Fiep é o início da ressocialização no sistema prisional paraibano: “Começamos agora e outras ações virão: reflexões, reinteração e respeito aproximarão os detentos da sociedade”, prevê Ivanilda.

A estimativa é de que os cursos sejam desenvolvidos nos presídios até dezembro de 2012, sendo gerenciados pelas unidades operacionais do SENAI Stenio Lopes, Escola da Construção Civil e Centro de Ações Móveis.

Segundo Cricélia Pinheiro, a diretora geral do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), essa parceria é inédita e mostra que a Paraíba é referência no cumprimento de ações que promovem a responsabilidade social.

“Quero levar esse exemplo para o Brasil inteiro, a Paraíba vai se destacar com essa ação positiva. Essa oportunidade de capacitação fará a diferença porque esses detentos terão oportunidade ímpar e uma capacidade maior de convivência”, disse Cricélia.

Para o secretário de Administração Penitenciária da Paraíba, Harrison Targino, a parceria entre Senai e Seap vai permitir que os detentos possam voltar ao convívio social numa perspectiva de vida saudável. “Nós buscamos garantir melhores condições de reinserção social para os que hoje estão apenados. Facilitar-lhes uma condição de capacitação pessoal para o trabalho é facilitar a reinserção social saudável como preconiza a lei”, completou.