João Pessoa
Feed de Notícias

Aulas de música tiram crianças das ruas em João Pessoa

segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014 - 12:19 - Fotos:  Secom-PB

Projeto que dá formação cidadã tem apoio da PM e Seds

Conhecer o universo da música, ler partitura, tocar um instrumento, mudar de vida são objetivos que movem 62 crianças beneficiárias do Projeto ‘Uma Nota Musical que Salva’, desenvolvido no bairro de Mandacaru, em João Pessoa, pela iniciativa privada e com apoio da Polícia Militar da Paraíba (PMPB). O projeto, que acontece há mais de dois anos, tem trazido melhores oportunidades para crianças entre 4 e 17 anos que vivem em ambiente de vulnerabilidade social.

Conhecidamente um bairro que abriga moradores carentes, Mandacaru tem sido o palco dessas mudanças, que têm protagonistas como Abraão Santos, de 13 anos. Vivendo em um lar no qual o pai está desempregado e a mãe faz apenas ‘bicos’, ele encontrou no projeto a chance de crescer na vida. “Quero um dia fazer parte de uma orquestra, tenho aprendido muito aqui. Cheguei sem saber nada de música e hoje toco violão, zabumba, triângulo e percussão”, contou, ao comentar que deixou de ficar na rua.

Gabriel Rodrigues, de 12 anos, fala entusiasmado sobre as aulas: “Quero continuar aprendendo muito sobre música, e ser bom profissional, um homem de futuro”. Gabriel já toca percussão e clarinete e faz canto.

Esses meninos mudaram muito, alguns eram arredios, respondões. Hoje, não precisamos mais reclamar com eles e recebemos até elogios na escola”, revelou Lauriceia Teixeira, idealizadora e diretora do projeto ‘Uma Nota Musica que Salva’.

Segundo ela, o projeto conta com a colaboração de cinco profissionais voluntários, com formação em música, que dedicam um pouco do tempo livre para repassar conhecimento às crianças e adolescentes. É o caso do sargento Edilson Alves Pequeno, que há quase dois anos, nas folgas do trabalho da Polícia Militar, ministra aulas de teoria musical.

É um sentimento de Justiça e inclusão social. Essas crianças vivem em uma área de risco e este é um trabalho de prevenção primária. Temos tido resultados bem positivos, as crianças se comportam melhor na coletividade, interagem mais, criam laços de amizade”, contou. “Temos alunos que brigavam muito na vizinhança, viviam na rua e hoje têm um comportamento diferente e uma perspectiva de futuro graças ao projeto. São exemplos que nos dão a certeza da eficácia dessa ação”, completou Lauriceia Teixeira.

O projeto – Da iniciativa de ajudar famílias carentes de Mandacaru a conseguirem remédios e atendimento público para as crianças e adolescentes enfermas, além do auxílio àquelas mães que perdiam seus filhos em virtude da criminalidade e precisavam enterrá-los, surgiu a ideia inicial do projeto ‘Uma Nota Musical que Salva’.

Eu via o sofrimento das mulheres que tinham os filhos mortos porque eles tinham se envolvido com o crime, e a partir daí pensei em uma ação que trabalhasse a prevenção, que tirasse essas crianças das ruas”, disse Lauriceia.

Hoje, o projeto funciona de segunda a sexta, nos três turnos, oferecendo aulas de violão, violino e instrumentos de sopro – como clarinete, sax, precursão e flauta, todos doados ou cedidos pelo poder público e a iniciativa privada.

A sede, abrigada na casa da própria idealizadora do projeto, na Avenida General Rego Barros, é também onde as inscrições são recebidas nos meses de janeiro e fevereiro.

Parceria – Focada em um trabalho de aproximação e parceria com a comunidade, dentro da filosofia de uma Polícia solidária, a Polícia Militar da Paraíba e a Secretaria de Estado da Segurança e Defesa Social (Seds) são apoiadoras do projeto. Nesse sentido, as instituições doaram fardamentos e sapatos utilizados pelas crianças nas apresentações.

As crianças também são convidadas para eventos que envolvem a Polícia e a comunidade, a exemplo de inaugurações de prédios, comemorações em datas especiais e eventos diversos. “Acompanhamos as atividades do projeto e apoiamos no que eles precisam. As crianças são envolvidas em todas as nossas atividades”, comentou o comandante da Unidade de Polícia Solidária de Mandacaru, capitão Antônio de Souza. Essa parceria da unidade com o projeto tem contribuído para o aumento do nível de confianças entre polícia e população.

Como ajudar – Quem quiser colaborar com o funcionamento do projeto ‘Uma Nota Musical que Salva’ pode realizar doações de alimentos, fardamentos ou instrumentos pessoalmente na sede da organização, ou através de contato telefônico pelo 8726-2473.