Fale Conosco

14 de maio de 2009

Atividades na unidade de ensino serão retomadas nesta sexta-feira



Os professores do Centro Estadual Experimental de Ensino-Aprendizagem Sesquicentenário retomam nesta sexta-feira (15) suas atividades, após uma paralisação que começou na segunda-feira (11), motivada pela falta de pagamento dos salários de 18 docentes prestadores de serviços, desde o início do ano letivo. O anúncio foi feito após reunião entre uma comissão do educandário e o secretário chefe da Casa Civil, José Ricardo Porto, no Palácio da Redenção, em João Pessoa.

O grupo, formado por representantes de professores, alunos e pais de alunos daquela escola, reivindicou a atualização do contrato desses 18 profissionais e a contratação de mais quatro docentes.

José Ricardo Porto explicou que segundo informações do secretário estadual de Educação, Sales Gaudêncio, o problema é que muitos dos contratos existentes não atendem às normas legais. “Alguns desses contratos chegavam a ser clandestinos, porque não eram comprovados com a documentação necessária, como – por exemplo – título de escolaridade”, esclareceu.

O secretário disse que o objetivo do Governo do Estado é resolver a situação com a maior urgência possível e, por isso, solicitou que os professores prestadores de serviço do Sesquicentenário encaminhem à Secretaria de Educação toda a documentação necessária. “O secretário de Educação só não sanou ainda o problema porque não recebeu a documentação exigida para formalização dos contratos”, frisou Ricardo Porto.

Após a reunião, a comissão anunciou que a Escola já está providenciando toda a documentação. “Fazemos questão de deixar claro que a nossa paralisação não foi uma questão política. Acredito que esse problema está acontecendo por uma falta de comunicação, mas temos uma boa perspectiva. Aguardaremos, no prazo de uma semana, para que tudo seja resolvido”, informou Anderson Lima, professor de Artes do Sesquicentenário.